Utilizamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site. Se você continuar a usar este site, assumiremos que você concorda com a nossa política de privacidade, termos de uso e cookies.

acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista

GUIA DO ESTUDANTE

Um grande centro de aprendizagem para o mercado de Petróleo. É só clicar!

Treinamento em tecnologias disruptivas

Publicado em 26 de Nov. de 2019 às 12:00 | Por: Lia Medeiros
Treinamento em tecnologias disruptivas

O treinamento visa promover a inclusão das mulheres no setor de tecnologia e prepará-las para entrar no mercado de trabalho

Laboratória e IBM (NYSE: IBM) anunciaram hoje uma aliança regional para melhorar a experiência de aprendizado de mulheres em carreiras técnicas e a sua competitividade no mercado de trabalho. Com esse esforço, as organizações buscam beneficiar mais de 550 graduadas no Brasil, Chile, México e Peru, no período de um ano. A expectativa é que 75% sejam colocadas em empregos de alta demanda em tecnologia, como desenvolvedores e designers de UX.

De acordo com o Relatório do Futuro do Emprego do Fórum Econômico Mundial, os trabalhadores verão uma mudança média de 42% nas habilidades no mercado de trabalho até 2022. As habilidades em crescente destaque incluem pensamento analítico e aprendizado ativo, bem como competências em novas tecnologias, refletindo um ponto crucial de mudança nos conjuntos de habilidades exigidas pelas funções técnicas no século XXI.

A Laboratória - startup que prepara mulheres e organizações que moldarão uma economia digital mais diversificada, inclusiva e competitiva na América Latina - e a IBM visam aprimorar as competências tecnológicas das estudantes formadas como desenvolvedoras de software e designers de experiência do usuário, além de impulsionar comportamentos como adaptação à mudança, aprendizado contínuo em uma cultura baseada em confiança, mentalidade de crescimento e colaboração.

"Essa colaboração entre a Laboratória e a IBM é uma parceria abrangente de apoio e, em particular, de crescimento conjunto impulsionado pela visão organizacional de ambas instituições, para contribuir estruturalmente para o desenvolvimento de uma economia digital na América Latina, promovendo novas oportunidades de acesso para todos os cidadãos, criando equipes diversas e inclusivas que desenvolvem soluções para o futuro ", afirmou Mariana Costa, CEO e cofundadora da Laboratória.

O acordo também inclui um planejamento estratégico para aumentar a competitividade na colocação no mercado de trabalho das graduadas da Laboratória. Laboratória e IBM trabalharão juntas não apenas em habilidades técnicas e comportamentais, mas também em aptidões que ajudem no momento do recrutamento e adaptabilidade das graduadas no local de trabalho. Como parte desse esforço, uma avaliação deve ser realizada, fornecendo uma profunda compreensão dos requisitos de recrutamento, mapeando as lacunas, analisando também o feedback fornecido pelas áreas de RH, promovendo e sustentando a inclusão dessas alunas, levando a um número crescente de graduadas da Laboratória sendo contratadas pela IBM e/ou seu ecossistema de parceiros e empresas similares nos quatro países.

"Estamos olhando a tecnologia - principalmente na era da IA ​​- como um agente de transformação que beneficia nossa sociedade", disse Claudia Romanelli, líder de Cidadania da IBM para a América Latina. 'State-of-art' significa não apenas conhecimentos técnicos, mas um grau avançado de inovação que só pode ser alcançado por uma equipe diversificada. Todas as vozes devem fazer parte dessa transformação digital global. Esperamos que esse acordo acelere as oportunidades para as mulheres, especialmente aquelas que vieram de contextos carentes ou lutam para sustentar suas famílias. Também oferece uma oportunidade para as empresas e seu ecossistema abraçarem a diversidade e a inclusão como um dos maiores pontos fortes dos negócios do século XXI. Para essas mulheres, treinamento e ferramentas são meios para alavancar seu potencial latente; para as empresas é uma oportunidade de escolher novos talentos, gerando um efeito cascata poderoso e positivo para as gerações futuras", acrescentou.

A parceria também busca melhorar a experiência do aplicativo Placement para facilitar a conexão de estudantes com empresas em busca de diversos talentos tecnológicos. Um login e painel são fornecidos para cada empresa criar seu perfil, permitindo que as companhias publiquem anúncios de emprego e as alunas acessem e se inscrevam facilmente.

Antes do acordo, a IBM e a Laboratória trabalharam juntas desenvolvendo workshops e eventos como o IBM Weeks e o Laboratória Talent Fest para treinar mais de 1.100 mulheres em quatro países em tópicos como Design Thinking, Blockchain, AI, IoT e Storytelling, para experimentar novas tecnologias e aprender sobre os desafios que as empresas enfrentam em sua transformação digital.

Sobre a IBM Brasil
Somos uma empresa de pessoas que estão transformando o mundo em um lugar melhor para todos, cocriando o futuro das empresas, governos e da sociedade por meio do forte investimento em pesquisa, pelo uso da inteligência artificial e tecnologias disruptivas. Há mais de 100 anos no País, temos impactado a vida de milhões de brasileiros, sempre colocando em primeiro lugar a transparência, segurança, privacidade e confiança dos dados. Nossa missão é ser protagonista da reinvenção digital das empresas e da sociedade e, para isso, democratizamos o acesso às mais importantes tecnologias, com Watson, blockchain, segurança e IoT, disponíveis na nuvem.

IMAGEM: IBM-JACOB LUND/SHUTTERSTOCK