acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
Petróleo

YPFB explora norte boliviano

28/10/2008 | 03h18

A estatal boliviana YPFB, associada à venezuelana PDVSA, deve iniciar hoje os trabalhos de exploração no norte de La Paz em uma região na qual se presume que existam grandes reservatórios de petróleo, informou ontem o governo em La Paz.

 

O vice-presidente, Álvaro García Linera, deu início, no lado externo do Palacio Quemado em La Paz, a uma caravana de técnicos em petróleo, que hoje devem começar os trabalhos de sísmica em um acampamento próximo à comarca de Caranavi, a 160 quilômetros ao norte de La paz.

 

“É decisão do presidente Evo Morales iniciar a exploração sísmica com um olhar estratégico” afirmou em seu discurso García Linera, que previu um investimento de pelo menos US$ 240 milhões nesta primeira fase.

 

O prefeito de La Paz, Pablo Ramos, afirmou que “a marcha em direção ao norte de La Paz” é importante porque “temos indícios de que há grandes reservatórios de hidrocarbonetos” em um trabalho do qual nenhum outro governo havia se ocupado.

 

Aportes de US$ 680 milhões

 

A boliviana YPFB e a venezuelana PDVSA formaram em 2007 a firma Petroandina - da qual a YPFB tem 60% do pacote acionário e a PDVSA os 40% restantes - para realizar tarefas de prospecção petrolífera no noroeste de La Paz e de gás no sudeste boliviano, com um investimento de US$ 680 milhões.



Fonte: Gazeta Mercantil
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar