acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Lucro

Wärtsilä totaliza 1,04 bi de euros em vendas liquidas no segundo trimestre

28/07/2011 | 17h01
A Wärtsilä, empresa de soluções energéticas para mercados marítimos e de geração de energia, registrou vendas líquidas de 1,04 bi de euros no segundo trimestre de 2011. O total de encomendas recebidas foi de 1.2 bi de euros, um aumento de 20% em relação ao primeiro trimestre. O segmento da empresa com maior crescimento foi Ship Power, com encomendas totalizadas em 306 milhões de euros, um crescimento de 44% em relação ao mesmo período do ano passado e 77% em relação ao primeiro trimestre do ano.

"O segundo trimestre foi bom em termos de crescimento de pedidos e lucratividade. Pela primeira vez desde 2008, tivemos mais novos pedidos do que foi faturado do saldo em carteira. Em Ship Power houve um desenvolvimento positivo em vários segmentos de embarcações a LNG. Em Power Plants também recebemos grandes ordens em novos mercados de soluções a gás, o que comprova que o nosso conceito 'Geração de Energia Inteligente' está sendo reconhecido. O setor de Services permaneceu estável. O crescimento da economia global parece estar diminuindo, o que pode afetar a tomada de decisões para novos investimentos, mas nossa lucratividade deverá manter-se no nível esperado”, comentou Ole Johansson, presidente e CEO da Wärtsilä.

Ship Power teve cerca de 100 contratos por mês. Estaleiros asiáticos continuam dominando a indústria de construção naval com 89% dos contratos assinados neste ano, com China e Coréia com 40% de todos os contratos globais. As encomendas mais significativas foram para a entrega de soluções completas, incluindo ship design, propulsão e automação e outros equipamentos. Muitos desses navios serão equipados com motores Wärtsilä dual-fuel, destacando o pioneirismo e liderança da empresa em aplicações a gás. O segmento offshore continua ativo e representa 54% dos pedidos no período.

Em Power Plants as encomendas totalizaram 419 milhões de euros, um aumento de 66% em relação ao trimestre anterior. O aumento da produção industrial na maioria dos mercados emergentes impulsionou a demanda dos produtores independentes de energia, concessionárias e clientes do setor industrial.

O mercado de Services se manteve estável durante o segundo trimestre de 2011, com pedidos da ordem de 444 milhões de euros. Destaque para forte atividade no setor offshore e crescimento dos contratos de operação e manutenção, com clientes focados na busca de operações eficientes de energia, com alta confiabilidade de suas instalações.


Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar