acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Equipamentos

Wärtsilä amplia carteira de motores de baixa rotação

06/06/2011 | 09h51
A Wärtsilä, líder global em integração de sistemas para a indústria marítima, reforça sua oferta ao mercado adicionando ao portfólio os novos motores de baixa rotação 62 e 72, que oferecem alta eficiência em propulsão, confiabilidade e custo total de propriedade otimizado para clientes nos mercados de graneleiros, navios tanques e feeders.

 

Os produtos utilizam a comprovada tecnologia Wärtsilä em motores de baixa rotação e incorporam o controle eletrônico do fornecimento de combustível. Os motores 62 têm de quatro a oito cilindros com 620 mm de diâmetro e 2660 kW de potência por cilindro a uma velocidade de 97-103 rpm. Já os motores 72 têm de quatro a oito cilindros com 720 mm de diâmetro e 3.610 kW de potência por cilindro a uma velocidade de 84-89 rpm. 

 

Os motores foram desenvolvidos no Centro de Competência da Wärtsilä para Motores de Baixa Rotação em Winterthur, na Suíça após um estudo de viabilidade realizado em 2010. Os licenciados asiáticos da companhia estão intimamente envolvidos no processo de fabricação e os primeiros motores 62 têm entrega prevista para setembro de 2013 e os motores 72 estarão disponíveis em 2014. Todos os licenciados Wärtsilä terão o direito de construir as novas máquinas. 

 

Os novos equipamentos foram projetados para atender a frota mercante de embarcações que utilizam motores menores. As aplicações principais para os motores 62 são pequenos graneleiros capesize, graneleiros Panamax, petroleiros Aframax e porta-contêiners handysize, enquanto as aplicações ideais para os motores 72 são graneleiros capesize, petroleiros Suezmax e porta-contêiners Sub-Panamax e Panamax.

 

"Os novos motores são compatíveis com o IMO Tier II e disponíveis com soluções IMO Tier III. A filosofia do projeto e os parâmetros do motor principal foram selecionado para fornecer, como principal prioridade, altos níveis de confiabilidade. Ao mesmo tempo, o projeto permite o menor custo possível na fabricação", disse Lars Anderson, vice-presidente Mercante da Wärtsilä Ship Power.


Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar