acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Petróleo

Volume de óleo vazado no país dobrou em 2010, diz relatório

20/12/2011 | 10h20
O volume de óleo vazado no país dobrou no ano passado, segundo levantamento da OGP (sigla em inglês da Associação Internacional dos Produtores de Óleo e Gás).

Em 2010, foram registradas, em média, cerca de duas toneladas de óleo vazados para cada um milhão de toneladas produzidas.

Apesar de abaixo da média mundial - 4.000 quilos vazados por milhão de toneladas produzidas -, o dado coloca o Brasil à frente da média europeia, diferentemente de anos anteriores.

Excluído o acidente da BP no campo de Macondo, no golfo do México, em 2010, o total de vazamentos no Brasil ficou abaixo do observado na América do Norte.

Esse índice leva em conta qualquer volume de óleo vazado, seja na exploração e produção ou no refino.

"Não temos com precisão onde exatamente esse óleo vazou. Mas na média dos últimos cinco anos, o Brasil tem um dos menores índices de vazamento do mundo", ressaltou o presidente do Instituto Brasileiro de Petróleo (IBP), João Carlos de Luca.

Ao mesmo tempo em que vazou mais óleo, a atividade de exploração cresceu substancialmente no país.

Segundo o IBP, 800 poços foram explorados no ano passado no país, dos quais em torno de 250 no mar.


Fonte: Folha de São Paulo
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar