acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
América do Sul

Venezuela recebe visita de Lula

14/02/2005 | 00h00

Chávez fala em ``aliança estratégica``

O presidente venezuelano, Hugo Chávez, anunciou neste domingo (13/02) em seu programa semanal de rádio que assinará o recorde de 20 documentos com seu colega Luiz Inácio Lula da Silva, concretizando uma ``aliança estratégica`` com o Brasil. Lula chegou ontem à noite na Venezuela para reuniões bilaterais.
No programa ``Alô, Presidente``, Chávez afirmou que entre os documentos há uma declaração conjunta e acordos envolvendo os setores de ``petróleo, infra-estrutrura, ciência e tecnologia, medicina, cultura e apoio militar``:
- É uma aliança estratégica entre Brasil e Venezuela - garantiu, citando diretamente o acordo entre Petrobras e PDVSA e os convênios nas áreas de energia, agricultura, ciência e tecnologia e social.
Segundo a imprensa de Caracas, um ponto importante das reuniões será a confirmação de que as petrolíferas estatais da Venezuela e do Brasil construirão uma refinaria conjunta em solo brasileiro. Embora não tenha sido divulgado o lugar, aposta-se em Pernambuco.
Chávez destacou que a aliança é indispensável para o processo de integração latina e depende da ``vontade política`` de Lula.
- A Venezuela se veste de gala para receber o bom companheiro, bom amigo e lutador que é o presidente do Brasil - disse, pedindo aos ouvintes, em seguida, aplausos para o brasileiro.
No sábado, o presidente da Venezuela já havia revelado que seu governo comprará aviões militares do Brasil, possivelmente aparelhos ``Tucano`` da Embraer:
- Vão fazer no Brasil alguns aviões de caça para nós.
Também citou a possibilidade de transferência de tecnologia militar brasileira para o país vizinho. Em meios de comunicação venezuelanos se analisou a possibilidade de que a Venezuela compre da Embraer 12 aparatos AMX-T de apoio tático, que complementariam o trabalho dos treinadores avançados Tucano.
Também no sábado, a chancelaria brasileira informou que Lula e Chávez ``examinarão a possibilidade de realizar exercícios (militares) conjuntos na Amazônia``.
Está marcada para esta manhã uma reunião entre os dois presidentes, no Palácio de Miraflores, em Caracas, no momento em que comissões ministeriais dos dois países examinarão os acordos a serem firmados pelos líderes.
- Se com a China assinamos recentemente 19 acordos e memorandos, com o Brasil vamos bater essa marca - prometeu Chávez.
Paralelamente, empresários de Brasil e Venezuela se reunirão em Caracas.
- Há um grupo muito importante de empresários brasileiros que querem investir na Venezuela - confirmou o presidente.
Depois da visita a Caracas, Lula segue viagem para Georgetown, na Guiana.



Fonte: Jornal do Brasil
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar