acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Doha

Venezuela e Irã defendem criação da "Opep do gás"

09/04/2007 | 00h00

Venezuela e Irã anunciaram ontem que apóiam a idéia de uma

"Opep do gás" para defender os interesses dos países

exportadores deste recurso energético. "Estamos aqui para

apoiar uma Opep do gás. É uma boa idéia", declarou o

ministro venezuelano da Energia, Rafael Ramírez, ao chegar a

Doha para o Foro de Países Exportadores de Gás (FPEG),

que começa hoje.

Já o ministro iraniano do Petróleo, Kazem Vaziri Hamaneh,

estimou que a criação de uma "Opep do gás" reforçaria o

FPEG. Hamaneh afirmou que outros ministros que

participarão do Foro são igualmente favoráveis ao projeto.
Os dois ministros ressaltaram que o anúncio da "Opep do

gás" não deverá ser feito em Doha.

Ramírez minimizou a oposição dos países ocidentais: "os

países consumidores estão sempre contra, mas precisamos

defender nossos interesses". O ministro egípcio de Energia,

Sameh Fahmi, avaliou, por sua vez, que a criação de "uma

Opep do Gás" não é uma boa idéia "no atual estado das

coisas".

A idéia de uma "Opep do gás" foi levantada nas últimas

semanas, especialmente pelo Irã, um dos 15 membros do

FPEG, uma estrutura informal fundada em 2001. No FPEG

estão os cinco maiores produtores do mundo - Rússia, Irã,

Qatar, Venezuela e Argélia -, que somam 42% da produção e

controlam 73% das reservas mundiais de gás.



Fonte: Jornal do Commercio
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar