acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
Exportações

Venezuela correrá riscos com barril a US$ 55

06/11/2006 | 00h00

A economia da Venezuela, país que é o quinto maior exportador mundial de petróleo, se encontra diante de mais riscos do que prevêem os analistas, devido ao declínio nos preços do petróleo, disse o Citigroup Inc. em relatório.

A capacidade do país de reagir a uma queda nos preços internacionais do petróleo é limitada pelas restrições referentes a sua capacidade produtiva, segundo escreveu a analista Tania Reif, do Citigroup, em relatório cujo título é: "Venezuela: Nearing the Slippery Slope" (Venezuela: Perto de um Caminho Problemático).

Os preços do petróleo bruto, caso cheguem a US$ 55 por barril, podem corroer a conta corrente e o equilíbrio das contas públicas da Venezuela com "conseqüências adversas para o perfil da dívida dentro de dois anos", disse a analista.

"A Venezuela parece exibir uma capacidade de recuperação excepcionalmente grande", escreveu Tania Reif a partir de Nova York. "No entanto, acreditamos que as ações e os fluxos de capital podem oscilar rapidamente, revelando que o país está mais exposto do que Wall Street pode supor", acrescentou ela, referindo-se aos ativos e às reservas em moeda estrangeira acumuladas pelo governo durante a disparada dos preços do petróleo durante os últimos três anos.

Fonte: Gazeta Mercantil



Fonte: Gazeta Mercantil
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar