acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Combustíveis

Venda de gasolina cresce 4,5% nos cinco primeiros meses do ano

25/06/2013 | 13h04
Venda de gasolina cresce 4,5% nos cinco primeiros meses do ano
Divulgação. Agência Petrobras Divulgação. Agência Petrobras

 

O presidente do Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Combustíveis e Lubrificantes (Sindicom), Alísio Vaz, disse hoje durante o lançamento do anuário 2013 da entidade, que o sindicato registrou alta de 4,5% nas vendas de gasolina e 5,4% no óleo diesel. 
Segundo Vaz, tanto os combustíveis quanto os lubrificantes registraram alta em 2012 acima do crescimento da economia e isso deve voltar a acontecer novamente esse ano. Nos números apresentados pelo executivo, o óleo diesel segue como o produto mais consumido do setor, com 47,1% de participação. Desse total, 18% das vendas correspondem ao diesel S-10, que substituiu o S-50 no início do ano. 
Outro número importante divulgado pelo Sindicom hoje foi de que de janeiro a maio de 2013, as vendas de etanol das associadas da entidade tiveram uma alta de 14% em relação ao período de 2012. Para Alisio Vaz, isso é um indicativo de que o setor de etanol volta ao cenário dos combustíveis. 
"O etanol está se recuperando e vai crescer este ano", afirmou. Essa recuperação do biocombustível se deve entre outros fatores ao preço mais competitivo do produto, desonerações aplicadas pelo governo e o aumento da produção.  
Para ele, a expectativa é de crescimento para todos os combustíveis este ano, com exceção do querosene de aviação, que deve "andar de lado", com estagnação, devido a reestruturação do mercado.  

O presidente do Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Combustíveis e Lubrificantes (Sindicom), Alísio Vaz, disse hoje durante o lançamento do anuário 2013 da entidade, que o sindicato registrou alta de 4,5% nas vendas de gasolina e 5,4% no óleo diesel.


Segundo Vaz, tanto os combustíveis quanto os lubrificantes registraram alta em 2012 acima do crescimento da economia e isso deve voltar a acontecer novamente esse ano. Nos números apresentados pelo executivo, o óleo diesel segue como o produto mais consumido do setor, com 47,1% de participação. O diesel S-10 corresponde hoje a 18% das vendas totais de diesel no país.


Outro número importante divulgado pelo Sindicom hoje foi de que de janeiro a maio de 2013, as vendas de etanol das associadas da entidade tiveram uma alta de 14% em relação ao período de 2012. Para Alisio Vaz, isso é um indicativo de que o setor de etanol volta ao cenário dos combustíveis.


"O etanol está se recuperando e vai crescer este ano", afirmou. Essa recuperação do biocombustível se deve entre outros fatores ao preço mais competitivo do produto, desonerações aplicadas pelo governo e o aumento da produção.

 

Para ele, a expectativa é de crescimento para todos os combustíveis este ano, com exceção do querosene de aviação, que deve "andar de lado", com estagnação, devido a reestruturação do mercado.



Fonte: Revista TN Petróleo, Redação
Autor: Rodrigo Muiguez
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar