acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Empresas

Vedanta produz menos minério de ferro e mais petróleo

09/10/2012 | 11h56

 

A mineradora inglesa Vedanta Resources registrou queda na produção de zinco e minério de ferro no segundo trimestre fiscal de 2013 da companhia, terminado em 30 de setembro. Por outro lado, a produção a de petróleo e gás, cobre, alumínio e energia elétrica avançou no período.
A produção de zinco refinado das operações na Índia caiu 12%, para 163 mil toneladas, ante o obtido em igual período do ano passado. As operações internacionais do mesmo tipo de metal permaneceram estáveis, em 37 mil toneladas.
Ainda assim, o zinco trouxe a maior contribuição ao lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) da companhia no ano  fiscal de 2012, representando 40% do total.
As vendas de minério de ferro despencaram 86% na comparação anual, para 200 mil toneladas métricas no trimestre, em parte devido à interrupção das atividades de mineração no Estado indiano de Karnataka.
Já a produção de petróleo e gás subiu 22% no segundo trimestre fiscal, para 207,2 mil barris de óleo equivalente por dia. O segmento de petróleo e gás representou 18% do Ebitda da companhia no ano fiscal de 2012, mesma porcentagem do minério de ferro.
A produção de cobre, que representa a quarta maior parcela do Ebitda da companhia, avançou 17% na Zâmbia e permaneceu estável na soma das regiões da Índia e Austrália, em 87 mil toneladas.
No segundo trimestre fiscal, a produção de prata subiu 86%, para 2,95 milhões de onças, enquanto a de alumínio avançou 30%, para 197 mil toneladas. A venda total de energia da Vedanta subiu 64% no período, para 2,35 bilhões de unidades, na comparação ano a ano.

A mineradora inglesa Vedanta Resources registrou queda na produção de zinco e minério de ferro no segundo trimestre fiscal de 2013 da companhia, terminado em 30 de setembro. Por outro lado, a produção a de petróleo e gás, cobre, alumínio e energia elétrica avançou no período.


A produção de zinco refinado das operações na Índia caiu 12%, para 163 mil toneladas, ante o obtido em igual período do ano passado. As operações internacionais do mesmo tipo de metal permaneceram estáveis, em 37 mil toneladas.


Ainda assim, o zinco trouxe a maior contribuição ao lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) da companhia no ano  fiscal de 2012, representando 40% do total.


As vendas de minério de ferro despencaram 86% na comparação anual, para 200 mil toneladas métricas no trimestre, em parte devido à interrupção das atividades de mineração no Estado indiano de Karnataka.


Já a produção de petróleo e gás subiu 22% no segundo trimestre fiscal, para 207,2 mil barris de óleo equivalente por dia. O segmento de petróleo e gás representou 18% do Ebitda da companhia no ano fiscal de 2012, mesma porcentagem do minério de ferro.


A produção de cobre, que representa a quarta maior parcela do Ebitda da companhia, avançou 17% na Zâmbia e permaneceu estável na soma das regiões da Índia e Austrália, em 87 mil toneladas.


No segundo trimestre fiscal, a produção de prata subiu 86%, para 2,95 milhões de onças, enquanto a de alumínio avançou 30%, para 197 mil toneladas. A venda total de energia da Vedanta subiu 64% no período, para 2,35 bilhões de unidades, na comparação ano a ano.

 



Fonte: Valor Online
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar