acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
Estaleiros

UTC amplia parque industrial

17/10/2006 | 00h00

A UTC Engenharia inaugurou hoje, em Niterói, as obras de ampliação do parque industrial onde serão montados os módulos encomendados pela Petrobras para a plataforma P-53.

"Além da execução de serviços para o setor offshore, estamos agora prontos para atender ao pólo petroquímico, à nova refinaria de Itaboraí, à siderurgica do Atlântico e a todos os investimentos da indústria que estão programados para os próximos anos", comemorou Ricardo Pessoa, diretor-superintendente da UTC. "A idéia é construir cada vez mais, dotar a região de capacidade, qualificar e aproveitar a mão-de-obra que seguramente precisaremos ter aqui para atender a essa demanda".

"Com isso, o Estado do Rio aumenta a competitividade internacional e nacional no setor de construção naval e offshore", analisou Wagner Victer, secretário de Estado de Energia, Indústria Naval e Petróleo.

Segundo Victer, o novo canteiro de obras terá capacidade de construir 12 módulos consecutivamente, além de estar preparado para a construção de skids para plataformas de petróleo.

O Estaleiro da UTC foi inaugurado em outubro de 2001 visando a construção de módulos offshore para plataformas do tipo FPSO (embarcações produtoras, armazenadoras e escoadoras de petróleo) para a Bacia de Campos (Barracuda e Caratinga). Naquele momento, foram investidos US$ 30 milhões nas obras de construção.

Para a atual ampliação, foram investidos R$ 9,6 milhões em obras civis e mais R$ 7,4 milhões serão investidos na aquisição de novos equipamentos. A área industrial foi aumentada de 45 mil metros quadrados para 112 mil metros quadrados, ocupando uma área da antiga fábrica de sardinhas Gomes da Costa.

"O que representa uma ampliação de 148%", comemora Victer. "A geração de empregos quase que duplicará dos atuais 800 para 1.500 postos de trabalho em um futuro próximo, com novas encomendas", disse.

Foram também realizadas obras portuárias. O estaleiro passa a ter agora dois cais de acesso, o primeiro com 30 metros de comprimento e o segundo com 50 metros, tendo seis metros de profundidade.

Como o Estaleiro agora estará também apto a participar da licitação para construção de módulos da P-55, que deve acontecer até o final do ano, essa projeção do número de empregos poderá também ser ampliada.

Durante a solenidade, foi assinado Termo de Compromisso entre a UTC Engenharia e a Faetec (Fundação de Apoio à Escola Técnica) para contratação de mão-de-obra especializada formada nas escolas técnicas estaduais, especialmente da Henrique Lage, em Niterói.

Na ocasião foi prestada também homenagem ao engenheiro Antônio Carlos de Mattos, ex-gerente da área de engenharia da Petrobras (Segen), coordenador de diversos empreendimentos para o desenvolvimento da Bacia de Campos, falecido recentemente em acidente aéreo.

"É uma honra para a UTC batizar esse cais com o nome do Antônio Carlos de Matos. É o mínimo que podemos fazer pela memória de um profissional que muito contribuiu para a engenharia brasileira e para a formação de vários profissionais que estão aqui presentes", disse Ricardo Pessoa.



Fonte: Da Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar