acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Aneel

Usinas de biomassa serão interligadas

25/11/2008 | 02h48

Companhias brasileiras e espanholas venceram o leilão de linhas de transmissão para interligar as usinas de biomassa. O leilão aconteceu ontem no Rio de Janeiro e, segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), foram oferecidos 2.044 quilômetros de linhas e 22 subestações. As linhas irão conectar 27 usinas de biomassa e pequenas centrais hidrelétricas (PCHs) dos estados de Goiás e Mato Grosso do Sul ao Sistema Interligado Nacional (SIN). Os projetos vão gerar 1 mil megawatts (MW) e e estão previstos para entrarem em operação entre julho de 2010 e dezembro de 2013.

 


A espanhola Cobra Instalaciones y Servicios venceu a disputa pelo lote A. A empresa garantiu receita anual máxima de R$ 48,55 milhões, com deságio de 18%. A Elecnor Transmissão de Energia venceu a disputa pelo lote B com deságio de 10% em relação ao teto. A empresa brasileira garantiu receita anual máxima de R$ 34,767 milhões. O lote B engloba linhas linhas de transmissão e subestações no Mato Grosso do Sul.

 

O Consórcio Transenergia Renovável, formado por Furnas, Delta Construções e Fuad Rassi Engenharia Indústria e Comércio, levou lote C. O consórcio terá receita anual permitida máxima de R$ 34,5 milhões, com deságio de 19,14%. O lote engloba linhas de transmissão e subestações em Goiás e no Mato Grosso do Sul.

 


Os diretores Alfonso Brunner, da Cobra, e Rogério Campos Vieira, da Elecnor, esperam conseguir financiamentos no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para levantar parte do dinheiro para as obras. “Apostamos no Brasil e contamos, entre outras fontes, com o BNDES”, destacou Brunner.



Fonte: Valor Econômico
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar