acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Energia Renovável

Usina movida a biomassa da Bolt é autorizada a desenvolver linhas de transmissão

12/01/2015 | 13h17
Usina movida a biomassa da Bolt é autorizada a desenvolver linhas de transmissão
Divulgação Divulgação

A Bolt Energias já desenvolve o projeto da linha de transmissão de 230Kv e do bay de conexão da UTE Campo Grande BioEletricidade (CGB), maior termelétrica a biomassa da América Latina com capacidade instalada de 150 MW. O investimento da empresa na linha de transmissão será de aproximadamente R$ 50 milhões.

O ONS e a CHESF aprovaram a proposta da Bolt Energias para construção de uma Linha de Transmissão com aproximadamente 90 Km, que ligará a usina ao SIN (Sistema Interligado Nacional) na Subestação de Barreiras (CHESF), na Bahia. As obras da construção da linha de transmissão estão programadas para o segundo semestre de 2015 e serão gerenciadas pela própria Bolt. O projeto da UTE, localizada em São Desiderio (BA), foi vencedor do leilão A-5 realizado em agosto de 2013 pela Aneel.

O Ministério de Minas e Energia (MME) também aprovou o enquadramento da UTE Campo Grande no Regime Especial de Incentivos ao Desenvolvimento da Infraestrutura (Reidi). Esta ação proporciona um benefício fiscal na aquisição de equipamentos de geração de energia por meio da suspensão da cobrança de PIS/Pasep e de COFINS.

Desenvolvimento


A UTE Campo Grande por meio do contrato de EPC assinado pela Bolt Energias com a Areva Renewables, realiza toda engenharia, as compras e construção da térmica. Alguns dos fornecedores já contratados são a CBC Indústrias Pesadas S/A, que produzirá e instalará as caldeiras da UTE Campo Grande e a SIEMENS, responsável pelo fornecimento dos turbo-geradores. A LEME Engenharia, do Grupo francês GDF SUEZ, prestará serviços de engenharia do proprietário.

A usina também já tem a licença ambiental de instalação (LI). A Bolt Energias contratou a Tree Florestal para ser responsável pela gestão florestal da UTE Campo Grande. Serão implantados 35 mil hectares de florestas dedicadas de eucalipto. Já foram plantados 7.895 hectares. Também já está garantido o abastecimento de combustível para os dois primeiros anos de operação da usina.

A obra de construção da térmica, que terá início no primeiro semestre de 2015, durará 30 meses. Serão gerados 800 postos de trabalhos diretos e indiretos. A usina iniciará sua operação em janeiro de 2018.



Fonte: Redação / Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar