acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Energia Nuclear

Usina de Fukushima levará 40 anos para ser desativada, diz administradora

15/12/2011 | 09h41
A empresa que administra a Usina Nuclear de Fukushima Daiichi, no Nordeste do Japão, informou hoje (15) que a desativação completa da central levará cerca de 40 anos. A direção da Tepco, que administra a unidade, explicou que há uma agenda para que a desativação ocorra. Em 11 de março deste ano, houve uma série de vazamentos e explosões na usina em decorrência de terremoto seguido de tsunami no Japão.

De acordo com a agenda definida pela Tepco, seguindo orientações da Comissão de Energia Atômica do Japão, o combustível nuclear utilizado nas piscinas dos reatores 1 a 4 começará a ser retirado nos próximos dois anos - um ano antes do previsto e será armazenado nas próprias instalações da central.

Já o combustível dos reatores 1, 2 e 3 será retirado em um prazo de 25 anos. Depois, será iniciado o trabalho de desativação das demais unidades - o que deverá ocorrer em 15 anos. A agenda, segundo especialistas, levou em consideração a possibilidade de os operários trabalharem em condições de elevada radioatividade.

Preocupadas com as ameaças radioativas, as autoridades japonesas mantêm em vigor a ordem de esvaziamento da área de 20 quilômetros em volta da usina. Cidades inteiras foram esvaziadas  e as pessoas passaram a viver de forma provisória. O consumo dos produtos agrícolas e de origem animal da região de Fukushima foi proibido por medida de segurança.


Fonte: Agência Brasil
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar