acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
Siderurgia

Usiminas vai separar operações

25/07/2008 | 08h55

A siderúrgica Usiminas estuda separar a gestão das suas operações nas áreas de siderurgia, mineração, distribuição, serviços e logística para facilitar a percepção de valor dos ativos pelo mercado.

 

"A riqueza dos ativos da Usiminas não está sendo precificada", disse nesta quinta-feira o novo presidente da empresa, Marco Antônio Castello Branco. Segundo ele, com a separação da gestão, o grupo ganhará maior visibilidade. Em outro momento, as operações devem ser separadas em diferentes empresas, que poderão ser listadas na bolsa separadamente.

 

"O mais difícil é a gestão. A criação de novas empresas é conseqüência", afirmou o executivo, que participou de uma reunião com analistas e investidores em São Paulo. Castello Branco, no entanto, descartou a possibilidade de abrir o capital da mineradora J. Mendes separadamente porque isso traria despesas fiscais muito elevadas.

 

Castello Branco destacou que a companhia fará uma análise contábil da separação dos ativos para avaliar em quais áreas a estratégia será vantajosa.

 

O projeto da Usiminas está em linha com os planos da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), que também planeja a cisão dos seus ativos, em busca da sua valorização.

 

O primeiro passo da CSN é a venda de parte da mineradora Namisa para sócio estratégico, que será seguida pela separação dos ativos de aços longos, cimento e logística.



Fonte: Jornal do Commercio
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar