acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Intercâmbio

Universidade holandesa quer ampliar cooperação científica com o Brasil

15/04/2013 | 14h54

 

A Fundação de Amparo à Pesquisa de São Paulo (Fapesp) recebeu, no dia 11 de abril, a visita de Arno Peels, reitor da Eindhoven University of Technology (TU/e, na sigla em holandês). O objetivo da visita foi discutir a assinatura de um memorando de entendimento entre a Fapesp e a universidade tecnológica holandesa para o lançamento de chamadas conjuntas de propostas de projetos a serem desenvolvidos por pesquisadores paulistas em cooperação com cientistas da instituição.
A TU/e já tem acordos de cooperação com a Universidade de São Paulo (USP) e com a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). A ideia, agora, é ampliar a colaboração e incluir pesquisadores de outras universidades e instituições de pesquisa do estado.
“Vimos que há grandes oportunidades de colaboração científica com pesquisadores do Estado de São Paulo nesta nossa terceira visita ao Brasil”, disse Peels à 'Agência Fapesp'. “Já fizemos projetos com pesquisadores da USP e da Unicamp e é natural incluirmos nesse circuito a Fapesp, para ampliarmos as possibilidades de pesquisa conjunta e de intercâmbio de pesquisadores e estudantes”, afirmou.
De acordo com Peels, algumas das áreas de interesse da universidade tecnológica holandesa para projetos em conjunto são física, química e engenharias química, elétrica e de computação. Para prospectar oportunidades de cooperação nessas áreas, uma comitiva de professores da universidade tecnológica holandesa acompanhou Peels em uma visita à Unicamp, no dia 9 de abril.
Na ocasião, os professores visitaram o Instituto de Física “Gleb Wataghin”, o Instituto de Química e a Faculdade de Engenharia Elétrica e Computação. No dia 11 de abril, a delegação da universidade holandesa também visitou a USP e promoveu um evento para estudantes e pesquisadores da universidade sobre oportunidades de estudo e pesquisa na instituição.
Peels visitou a Fapesp acompanhado por Karen Ali, diretora de relações internacionais da TU/e. Os representantes da universidade holandesa foram recebidos por José Arana Varela, diretor-presidente do Conselho Técnico-Administrativo da Fapesp.
“Temos diversos pontos em comum e um acordo de cooperação será muito bem-vindo. A TU/e é uma universidade tecnológica que faz pesquisas de alta qualidade e desenvolve produtos e processos em parceria com grandes empresas da Holanda. De seu lado, nossa instituição estimula a relação entre universidades e empresas para o desenvolvimento de projetos de pesquisa que possam resultar em inovações tecnológicas”, disse Varela.
Perto da Bélgica e da Alemanha, a região de Eindhoven, onde fica a universidade holandesa, tem mais de 350 empresas internacionais. Uma delas - que faz pesquisas em parceria com a TU/e - é a Philips.

A Fundação de Amparo à Pesquisa de São Paulo (Fapesp) recebeu, no dia 11 de abril, a visita de Arno Peels, reitor da Eindhoven University of Technology (TU/e, na sigla em holandês). O objetivo da visita foi discutir a assinatura de um memorando de entendimento entre a Fapesp e a universidade tecnológica holandesa para o lançamento de chamadas conjuntas de propostas de projetos a serem desenvolvidos por pesquisadores paulistas em cooperação com cientistas da instituição.


A TU/e já tem acordos de cooperação com a Universidade de São Paulo (USP) e com a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). A ideia, agora, é ampliar a colaboração e incluir pesquisadores de outras universidades e instituições de pesquisa do estado.


“Vimos que há grandes oportunidades de colaboração científica com pesquisadores do Estado de São Paulo nesta nossa terceira visita ao Brasil”, disse Peels à 'Agência Fapesp'. “Já fizemos projetos com pesquisadores da USP e da Unicamp e é natural incluirmos nesse circuito a Fapesp, para ampliarmos as possibilidades de pesquisa conjunta e de intercâmbio de pesquisadores e estudantes”, afirmou.


De acordo com Peels, algumas das áreas de interesse da universidade tecnológica holandesa para projetos em conjunto são física, química e engenharias química, elétrica e de computação. Para prospectar oportunidades de cooperação nessas áreas, uma comitiva de professores da universidade tecnológica holandesa acompanhou Peels em uma visita à Unicamp, no dia 9 de abril.


Na ocasião, os professores visitaram o Instituto de Física “Gleb Wataghin”, o Instituto de Química e a Faculdade de Engenharia Elétrica e Computação. No dia 11 de abril, a delegação da universidade holandesa também visitou a USP e promoveu um evento para estudantes e pesquisadores da universidade sobre oportunidades de estudo e pesquisa na instituição.


Peels visitou a Fapesp acompanhado por Karen Ali, diretora de relações internacionais da TU/e. Os representantes da universidade holandesa foram recebidos por José Arana Varela, diretor-presidente do Conselho Técnico-Administrativo da Fapesp.


“Temos diversos pontos em comum e um acordo de cooperação será muito bem-vindo. A TU/e é uma universidade tecnológica que faz pesquisas de alta qualidade e desenvolve produtos e processos em parceria com grandes empresas da Holanda. De seu lado, nossa instituição estimula a relação entre universidades e empresas para o desenvolvimento de projetos de pesquisa que possam resultar em inovações tecnológicas”, disse Varela.


Perto da Bélgica e da Alemanha, a região de Eindhoven, onde fica a universidade holandesa, tem mais de 350 empresas internacionais. Uma delas - que faz pesquisas em parceria com a TU/e - é a Philips.

 



Fonte: Agência Fapesp
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar