acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Inauguração

UFSCar inaugura Centro de Pesquisas em Materiais Avançados e Energia

19/08/2015 | 17h12
UFSCar inaugura Centro de Pesquisas em Materiais Avançados e Energia
Beatriz Maia Beatriz Maia

 

Na última sexta-feira (14/8), a Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) inaugurou o edifício do Centro de Pesquisas em Materiais Avançados e Energia (CPqMAE), que reúne um conjunto de oito laboratórios de pesquisa e espaços de convivência e realização de eventos. A obra, com 3.600 m2 de área coberta e outros 2.000 m2 de construções complementares, foi financiada com recursos da ordem de R$ 20 milhões, investidos também em equipamentos para os laboratórios, por meio de convênio com a Petrobras.
A construção respeita princípios de sustentabilidade, segurança e conforto ambiental, tendo planejadas, já na concepção do prédio, todas as instalações relacionadas às redes elétrica, de lógica, gases e outros aspectos de infraestrutura. Os oito laboratórios contemplam as áreas de adsorção e catálise aplicada; materiais nanoestruturados; metais amorfos, metaestáveis e nanoestruturados; processamento de materiais por micro-ondas; polímeros; cerâmicas especiais e refratários; combustíveis limpos; instrumentação e análise; e biocombustíveis e combustíveis limpos. Neles, serão desenvolvidas pesquisas que envolvem diferentes departamentos do Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET) com foco na temática do desenvolvimento de novos materiais e produção de energia.
A cerimônia de inauguração foi realizada em uma sessão solene do Conselho do CCET, com a presença do Reitor da UFSCar, Targino de Araújo Filho; do Reitor à época do início do projeto, Oswaldo Baptista Duarte Filho; do Vice-Reitor da Universidade, Adilson de Oliveira; da Diretora do CCET, Sheyla Mara Baptista Serra; da Pró-Reitora de Extensão, Claudia Maria Simões Martinez; da Diretora Executiva da Fundação de Apoio Institucional da UFSCar, Lourdes de Souza Moraes; e do coordenador da projeto do Centro de Pesquisas, Ernesto Urquieta-González, docente do Departamento de Engenharia Química (DEQ); além de representantes da Petrobras e outras autoridades.
Em sua fala, Araújo Filho destacou os esforços da comunidade da UFSCar no desenvolvimento de pesquisas de ponta e o reconhecimento desse mérito pela Petrobras ao investir na infraestrutura de pesquisa da Universidade. "É uma enorme satisfação para a UFSCar abrigar este Centro de Pesquisas, que é resultado do trabalho de pesquisadores que deram corpo a esta rede temática, reunida em torno da questão da energia, que é tão relevante para o nosso país. É também um grande orgulho para nós termos um projeto institucional dessa magnitude, para que possamos cada vez mais contribuir de fato para a inovação, para a pesquisa na fronteira do conhecimento e para a formação de pessoas, que, por sua vez, contribuirão certamente com o desenvolvimento do País", declarou o Reitor.
Os investimentos da Petrobras na UFSCar também foram destacados por Urquieta-González, que retomou o princípio do convênio, firmado em 2006. "Foram dois anos de articulações junto à Petrobras e à Agência Nacional de Petróleo, nos quais participamos de encontros e simpósios que resultaram na assinatura do convênio, em 2006. Fomos contemplados com esses recursos para a consolidação do Centro de Pesquisas, e este é apenas o começo dessa história, porque seguiremos buscando outras parcerias entre a UFSCar e a própria Petrobras, bem como com outras empresas, para que continuemos contribuindo com a produção de conhecimento e tecnologia no País", concluiu o docente.

Na última sexta-feira (14/8), a Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) inaugurou o edifício do Centro de Pesquisas em Materiais Avançados e Energia (CPqMAE), que reúne um conjunto de oito laboratórios de pesquisa e espaços de convivência e realização de eventos. A obra, com 3.600 m2 de área coberta e outros 2.000 m2 de construções complementares, foi financiada com recursos da ordem de R$ 20 milhões, investidos também em equipamentos para os laboratórios, por meio de convênio com a Petrobras.A construção respeita princípios de sustentabilidade, segurança e conforto ambiental, tendo planejadas, já na concepção do prédio, todas as instalações relacionadas às redes elétrica, de lógica, gases e outros aspectos de infraestrutura.

Os oito laboratórios contemplam as áreas de adsorção e catálise aplicada; materiais nanoestruturados; metais amorfos, metaestáveis e nanoestruturados; processamento de materiais por micro-ondas; polímeros; cerâmicas especiais e refratários; combustíveis limpos; instrumentação e análise; e biocombustíveis e combustíveis limpos. Neles, serão desenvolvidas pesquisas que envolvem diferentes departamentos do Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET) com foco na temática do desenvolvimento de novos materiais e produção de energia.A cerimônia de inauguração foi realizada em uma sessão solene do Conselho do CCET, com a presença do Reitor da UFSCar, Targino de Araújo Filho; do Reitor à época do início do projeto, Oswaldo Baptista Duarte Filho; do Vice-Reitor da Universidade, Adilson de Oliveira; da Diretora do CCET, Sheyla Mara Baptista Serra; da Pró-Reitora de Extensão, Claudia Maria Simões Martinez; da Diretora Executiva da Fundação de Apoio Institucional da UFSCar, Lourdes de Souza Moraes; e do coordenador da projeto do Centro de Pesquisas, Ernesto Urquieta-González, docente do Departamento de Engenharia Química (DEQ); além de representantes da Petrobras e outras autoridades.

Em sua fala, Araújo Filho destacou os esforços da comunidade da UFSCar no desenvolvimento de pesquisas de ponta e o reconhecimento desse mérito pela Petrobras ao investir na infraestrutura de pesquisa da Universidade. "É uma enorme satisfação para a UFSCar abrigar este Centro de Pesquisas, que é resultado do trabalho de pesquisadores que deram corpo a esta rede temática, reunida em torno da questão da energia, que é tão relevante para o nosso país. É também um grande orgulho para nós termos um projeto institucional dessa magnitude, para que possamos cada vez mais contribuir de fato para a inovação, para a pesquisa na fronteira do conhecimento e para a formação de pessoas, que, por sua vez, contribuirão certamente com o desenvolvimento do País", declarou o Reitor.Os investimentos da Petrobras na UFSCar também foram destacados por Urquieta-González, que retomou o princípio do convênio, firmado em 2006. "Foram dois anos de articulações junto à Petrobras e à Agência Nacional de Petróleo, nos quais participamos de encontros e simpósios que resultaram na assinatura do convênio, em 2006. Fomos contemplados com esses recursos para a consolidação do Centro de Pesquisas, e este é apenas o começo dessa história, porque seguiremos buscando outras parcerias entre a UFSCar e a própria Petrobras, bem como com outras empresas, para que continuemos contribuindo com a produção de conhecimento e tecnologia no País", concluiu o docente.

 



Fonte: Redação/ Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar