acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Petroquímica

Três novas indústrias de plásticos no estado do Rio

17/07/2006 | 00h00

 Três novas usinas de transformação plástica serão instaladas em municípios do interior do Rio de Janeiro, duas em Carmo e uma em Bom Jardim, na Região Serrana. Segundo a governadora do Rio, Rosinha Matheus, as três usinas representam investimentos da ordem de R$ 15 milhões e geração de 1200 empregos diretos e indiretos.

A maior parcela do investimento será feita pela Plastseven, em Bom Jardim. Segundo o secretário de Energia, Indústria Naval e do Petróleo, Wagner Victer, a empresa fará investimentos da ordem de R$ 10 milhões e irá gerar 150 empregos diretos e 450 indiretos. “A empresa é especializada na produção de embalagens flexíveis, os filmes plásticos, e consumirá o polietileno oriundo do Pólo Gás-Químico”, detalhou Victer.

As empresas Unipac e Polycomposite, pertencentes ao grupo Jacto, investirão R$ 5 milhões em Carmo. “Estas duas empresas utilizarão como matéria-prima o polietileno e o polipropileno, produzidos pelo Pólo Gás-Químico (Rio Polímeros) e Polibrasil respectivamente”, informou Victer.

A Polycomposite é especializada na fabricação de matéria-prima para indústrias de peças plásticas para automóveis e a Unipac é fornecedora mundial de compostos de plástico para a fábrica sueca de caminhões Volvo.

A governadora e o secretário participarão dos dois eventos de assinatura do Termo de Instalação das empresas em Carmo e em Bom Jardim. Além dos representantes do governo do estado, em cada município estará presente o prefeito local e representantes das indústrias.



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar