acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Petróleo

Três grandes petrolíferas ficam de fora do leilão do pré-sal

19/09/2013 | 15h56
Três grandes petrolíferas ficam de fora do leilão do pré-sal
Magda Chambriard. TN Petróleo/ Ricardo Almeida Magda Chambriard. TN Petróleo/ Ricardo Almeida

 

Três grandes empresas petrolíferas - Exxon, British Petroleum (BP) e British Gas (BG) - comunicaram que não vão participar do 1º leilão do pré-sal, que englobará o prospecto de Libra. O certame está marcao para o dia 21 de outubro.
A disputa atraiu 11 empresas, que manifestaram interesse no processo, mas os nomes ainda não são conhecidos. O anúncio da desistência foi feito por telefone para a diretora-geral da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Magda Chambriard, que participou nesta quinta-feira (19) do Seminário Técnico-Ambiental para a 12ª Rodada de Licitações, em um hotel na zona oeste do Rio.
“Eu esperava 40 empresas. Mas existe um contexto mundial, situações muito específicas das empresas, que levaram a essa situação. Eu recebi telefonema de três empresas, que foram a Exxon, a BP e a British Gas, dizendo que não iam participar do leilão do pré-sal. Cada uma com uma particularidade”, relatou a diretora-geral da ANP.
A área a ser licitada tem cerca de 1,5 mil quilômetros quadrados. O volume de petróleo recuperável deverá oscilar entre 8 bilhões e 12 bilhões de barris. Segundo o edital, os ganhadores da licitação deverão desenvolver as atividades de exploração de petróleo por quatro anos, prazo que poderá ser estendido, como prevê o contrato de partilha de produção. A Petrobras será a operadora única do pré-sal, pelo sistema de partilha, e a estatal terá direito a 30% do Campo de Libra, na Bacia de Santos.

Três grandes empresas petrolíferas - Exxon, British Petroleum (BP) e British Gas (BG) - comunicaram que não vão participar do 1º leilão do pré-sal, que englobará o prospecto de Libra. O certame está marcao para o dia 21 de outubro.


A disputa atraiu 11 empresas, que manifestaram interesse no processo, mas os nomes ainda não são conhecidos. O anúncio da desistência foi feito por telefone para a diretora-geral da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Magda Chambriard, que participou nesta quinta-feira (19) do Seminário Técnico-Ambiental para a 12ª Rodada de Licitações, em um hotel na zona oeste do Rio.


“Eu esperava 40 empresas. Mas existe um contexto mundial, situações muito específicas das empresas, que levaram a essa situação. Eu recebi telefonema de três empresas, que foram a Exxon, a BP e a British Gas, dizendo que não iam participar do leilão do pré-sal. Cada uma com uma particularidade”, relatou a diretora-geral da ANP.


A área a ser licitada tem cerca de 1,5 mil quilômetros quadrados. O volume de petróleo recuperável deverá oscilar entre 8 bilhões e 12 bilhões de barris. Segundo o edital, os ganhadores da licitação deverão desenvolver as atividades de exploração de petróleo por quatro anos, prazo que poderá ser estendido, como prevê o contrato de partilha de produção. A Petrobras será a operadora única do pré-sal, pelo sistema de partilha, e a estatal terá direito a 30% do Campo de Libra, na Bacia de Santos.



Fonte: Agência Brasil
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar