acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Promef

Transpetro prepara nova contratação de navios

20/09/2007 | 00h00
A segunda fase do Programa de Modernização e Expansão da Frota (Promef) da Transpetro deve começar em outubro. O anúncio foi feito ontem, pelo gerente executivo do Promef, Arnaldo Arcadier, ao visitar as obras do Estaleiro Atlântico Sul, no Complexo Industrial Portuário de Suape. A nova licitação deve contratar 16 navios e os executivos do estaleiro já demonstram interesse em participar dessa nova seleção. O estaleiro, que vai construir um lote de dez navios para a primeira fase do Promef, ocupará apenas 70% de sua capacidade com a encomenta e terá 30% de capacidade ociosa.

A Petrobras ainda está definindo quais os tipos de navios serão solicitados para que a Transpetro - empresa subsidiária de transporte da estatal - possa lançar o edital ainda este ano. “No Promef 1, definimos as projeções até 2015. Demoramos porque estávamos estudando a projeção para 2020. O abastecimento será de acordo com o cenário de transporte marítimo”, explicou Arcadier. A expectativa é de que no dia 15 de outubro os perfis e a quantidade dos navios solicitados sejam definidos, mas o gerente adiantou que deverá abranger todos os tipos de petroleiros, como os Suezmax e Panamax.

“Devemos ficar em torno do valor pré-definido (16 navios), ou talvez um pouco mais”, destacou Arcadier. O Promef 1 foi avaliado em US$ 2,483 bilhões para a construção dos 26 navios, sendo US$ 1,209 bilhões para a construção de dez Suezmax no Atlântico Sul. Cada um desses navios têm a capacidade de transportes um milhão de barris de petróleo. A previsão é de que todos sejam entregues a Transpetro até março de 2013.

De acordo com o diretor Industrial do Estaleiro Atlântico Sul, Reiki Abe, o empreendimento ainda tem condições de receber outros contratos em paralelo. “Nós estamos trabalhando para novos clientes”, disse. Uma das propostas recebidas foi do armador brasileiro Libra Terminais e do chileno Companhia SudAmericana de Vapores (CSAV) que, em parceria, solicitaram um pré-projeto de dois navios porta-contêiner. “As encomenda são de longa duração. Estamos de olho no Promef 2, mas tem outros armadores interessados”, contou Abe.

Fonte: Folha de Pernambuco

Fonte: Folha de Pernambuco
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar