acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Tecnolgia

Toyota traz para o Brasil nova geração de motores Flex

09/03/2010 | 14h55

A Toyota irá introduzir na linha Corolla, no mês de março, uma nova geração de motores Flex Fuel  que pode ser abastecida com álcool e gasolina em qualquer proporção. Esse novo propulsor foi desenvolvido exclusivamente para o mercado nacional, pela engenharia da Toyota Motor Corporation, no Japão, com cooperação da engenharia da Toyota do Brasil.

 

A introdução da nova geração de motores Flex Fuel da Toyota no Brasil reforça o posicionamento da marca em oferecer tecnologia correta, no veículo correto, respeitando as características de cada mercado. “O Brasil, com sua grande capacidade de produção de cana-de-açúcar e com suas inúmeras usinas é o mercado ideal para o desenvolvimento e utilização da tecnologia Flex Fuel e para a produção de veículos que podem ser abastecidos tanto com álcool como com gasolina, misturados em qualquer proporção”, afirma Luiz Carlos Andrade Junior, vice-presidente sênior da Toyota Mercosul.

 

Apesar de o mercado brasileiro ser o mais propício para a utilização de álcool combustível, a Toyota também incentiva a tecnologia em outros países. Nos Estados Unidos, por exemplo, mesmo com pequena demanda por parte dos consumidores locais, a marca disponibiliza dois modelos que podem receber o E85 (álcool derivado de milho lá produzido, acrescido de 15% de gasolina): a picape Tundra e o sedã grande Avalon.

 

“Uma das premissas da Toyota é ‘o consumidor em primeiro lugar’. Isso faz com que a marca lance produtos, no mundo todo, com tecnologias que atendam aos anseios dos nossos clientes. Mas, nesses tempos em que se pensa na substituição gradativa do uso de petróleo e se discute qual fonte de combustível renovável será mais a difundida no futuro, todo esforço em pesquisa relacionada a novas alternativas é válida”, completa Andrade.

 

Tecnologia de ponta em todas as fontes de energia -  Dentro da política de oferecer tecnologia correta, no veículo correto, respeitando as características de cada mercado, a Toyota aplica em seus veículos alimentados por qualquer tipo de combustível, no mundo todo, tecnologia de ponta.

Os motores a diesel D-4D que equipam a linha Hilux no Brasil, bem como outras picapes e utilitários esportivos disponíveis em outros mercados, possuem injeção eletrônica, são compactos e, reconhecidamente, estão entre os mais econômicos no mundo. Vale ressaltar que os motores Toyota da família D-4D também está presente em veículos de passeio na Europa, onde esse tipo de combustível é amplamente disseminado.

Nos Estados Unidos e Japão, a maior concentração de força da Toyota em tecnologia alternativa são os híbridos, onde a marca foi pioneira, com o lançamento da primeira geração do Prius, em 1997. A terceira geração do modelo, lançada no Salão de Detroit de 2009, recebeu melhorias significativas e é extremamente eficiente em consumo de combustível. Seu motor híbrido, composto por um propulsor a combustão 1.8 16V VVT-i e outro elétrico, permitem ao veículo consumo de 50 milhas por galão, ou seja, 21,1 km/l.
  
Atualmente, além do Prius, a linha de veículos híbridos da Toyota no mundo conta com outros modelos, entre eles, o sedã Camry e o utilitário esportivo Highlander, além do Lexus LS600h.  As vendas da Toyota de veículos híbridos já ultrapassaram a marca de 1,5 milhão de unidades, desde 1997.

Corolla Flex Fuel - A Toyota introduziu a tecnologia Flex Fuel na linha Corolla em março de 2007, após três anos de desenvolvimento. Ao contrário da maior parte dos concorrentes que recorreram a fornecedores, toda a concepção e aplicação do bicomustível no país foi fruto do trabalho da engenharia da marca. À época, o maior desafio era equalizar a performance tanto com a utilização de gasolina como com álcool, e o resultado obtido foi a melhor aceleração e consumo entre todos os concorrentes bicombustíveis da categoria, o que se sobressai ainda mais com o novo motor 2.0 Dual VVT-i Flex.

A introdução do Flex Fuel na linha Corolla contribuiu ainda para que o modelo reafirmasse sua posição no mercado. A nona geração do Corolla, lançada em março de 2002, foi líder entre os sedãs médios por cinco anos consecutivos (de 2002 a 2006).

Com a chegada da 10ª geração, lançada em 2008, o Corolla mostrou ser ainda mais desejado pelos consumidores e retomou a liderança da categoria no ano passado, com vendas de 54.603 unidades.

 



Fonte: Redação/ Agências
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar