acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Inovação

Tecnologia inédita no Brasil será utilizada na Replan

17/04/2013 | 17h18

 

Após dois anos de investimento em pesquisa, desenvolvimento e treinamento, a Confab Equipamentos finalizou no início deste ano a fabricação - inédita no Brasil - de quatro reatores para a nova Unidade de Hidrotratamento (HDT) de Óleo Diesel da Refinaria de Paulínia (Replan), fornecidos pela Galvão Engenharia. Fabricado com aço ligado com Cromo, Molibdênio e Vanádio (Cr-Mo-V), estes Reatores são utilizados no processo de redução do teor de enxofre no óleo diesel produzido pela refinaria, conforme exigido pela legislação ambiental.
“Este tipo de aço permite que os Reatores operem em alta pressão e altas temperaturas, ao mesmo tempo em que possuem paredes com espessuras menores do que aquelas requeridas em projetos desenvolvidos com aços Cromo Molibdênio (Cr-Mo), tradicionalmente utilizados”, explica o diretor da Confab Equipamentos, Luis Fazanaro.
A fabricação de Reatores com este aço requer grande experiência na produção de equipamentos complexos, pois são exigidos procedimentos específicos para a execução e controle das temperaturas de pré e pós aquecimento, controle total na execução das soldas, experiência na definição dos parâmetros e na execução dos tratamentos térmicos. Equipamentos apropriados são essenciais para esse processo, além de profissionais qualificados para a execução das inspeções e testes requeridos durante a fabricação.
O prazo para a elaboração do projeto, aquisição dos insumos, qualificação dos procedimentos de soldagem, fabricação e testes do primeiro reator foi de 22 meses. “Diríamos que este prazo foi um dos mais desafiadores vencidos pela Confab Equipamentos”, destaca Fazanaro. “Este fornecimento coloca a Confab Equipamentos em um seleto grupo, a nível mundial, de detentores de tecnologia na fabricação de equipamentos com esta matéria-prima”, completa.
O feito contribui ainda para incrementar o nível de conteúdo local dos empreendimentos atuais e futuros. A Tenaris está instalando seu quinto Centro de Pesquisa e Desenvolvimento na Ilha do Fundão (RJ).

Após dois anos de investimento em pesquisa, desenvolvimento e treinamento, a Confab Equipamentos finalizou no início deste ano a fabricação - inédita no Brasil - de quatro reatores para a nova Unidade de Hidrotratamento (HDT) de Óleo Diesel da Refinaria de Paulínia (Replan), fornecidos pela Galvão Engenharia. Fabricado com aço ligado com Cromo, Molibdênio e Vanádio (Cr-Mo-V), estes Reatores são utilizados no processo de redução do teor de enxofre no óleo diesel produzido pela refinaria, conforme exigido pela legislação ambiental.


“Este tipo de aço permite que os Reatores operem em alta pressão e altas temperaturas, ao mesmo tempo em que possuem paredes com espessuras menores do que aquelas requeridas em projetos desenvolvidos com aços Cromo Molibdênio (Cr-Mo), tradicionalmente utilizados”, explica o diretor da Confab Equipamentos, Luis Fazanaro.


A fabricação de Reatores com este aço requer grande experiência na produção de equipamentos complexos, pois são exigidos procedimentos específicos para a execução e controle das temperaturas de pré e pós aquecimento, controle total na execução das soldas, experiência na definição dos parâmetros e na execução dos tratamentos térmicos. Equipamentos apropriados são essenciais para esse processo, além de profissionais qualificados para a execução das inspeções e testes requeridos durante a fabricação.


O prazo para a elaboração do projeto, aquisição dos insumos, qualificação dos procedimentos de soldagem, fabricação e testes do primeiro reator foi de 22 meses. “Diríamos que este prazo foi um dos mais desafiadores vencidos pela Confab Equipamentos”, destaca Fazanaro. “Este fornecimento coloca a Confab Equipamentos em um seleto grupo, a nível mundial, de detentores de tecnologia na fabricação de equipamentos com esta matéria-prima”, completa.


A tecnologia contribui ainda para incrementar o nível de conteúdo local dos empreendimentos atuais e futuros. A Tenaris está instalando seu quinto Centro de Pesquisa e Desenvolvimento na Ilha do Fundão (RJ).



Fonte: Revista TN Petróleo, Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar