acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Energia

Técnicos retiram rotor da unidade 06 da usina de Itaipu

19/05/2011 | 14h51
O rotor da unidade geradora número 06 da usina de Itaipu, que está parada desde setembro de 2010, foi removido nesta quarta-feira (18). A retirada da peça é necessária para que os técnicos tenham acesso ao anel de desgaste inferior, onde foi detectada uma trinca, e à pá da roda da turbina, que sofreu uma fissura.

 
O rotor é a peça mais pesada do conjunto, com 1.760 toneladas, 16 metros de diâmetro e 3,5 metros de altura. Para a manobra, foram utilizadas duas das maiores pontes rolantes da casa de força, com capacidade de mil toneladas e com dois ganchos cada uma, que foram acopladas e sincronizadas para que a peça não oscilasse.


A retirada do rotor demorou cerca de duas horas. O trabalho foi acompanhado pela diretora técnica executiva interina, Margarett Groff, por representantes das superintendências de Manutenção, Operação, Engenharia e Obras e pela imprensa brasileira e paraguaia.


A unidade já foi desmontada em outra ocasião, mas essa foi a primeira vez que uma equipe exclusivamente da Itaipu, formada por aproximadamente 30 pessoas, fez o trabalho. A preparação e verificação de todos os detalhes levaram quase uma semana. “Esse trabalho mostra a competência da equipe e comprova que os técnicos da Itaipu estão em evolução constante”, avaliou a diretora.


Manter a estabilidade da peça, para que não roçasse nas outras, fixas, foi o grande desafio. O procedimento é milimétrico: a folga entre o rotor e o estator – peça fixa, circular, que fica ao redor do rotor e que não será removida para os reparos – é de apenas 37 mm, e as peças não podem se tocar, sob risco de danificar as bobinas do estator.


Esse foi um dos trabalhos mais importantes do processo de desmontagem. O rotor é a peça principal da máquina, a que efetivamente produz energia, enquanto as outras são mecânicas. Os responsáveis pelos trabalhos, cuja coordenação é binacional, são os engenheiros Cleber Pimenta e Gabriel Caballero Araújo, ambos da Divisão de Manutenção Mecânica de Unidades Geradoras (SMMU.DT).


Com a retirada do rotor, é possível ver a cruzeta inferior, o bloco de escora, o eixo inferior e a tampa da turbina. A próxima peça de grandes proporções a ser retirada é o eixo inferior. Até a remontagem da máquina, o rotor ficará apoiado em oito suportes internos e 22 externos que foram posicionados com perfeição milimétrica para que a peça fique estável e alinhada.


A unidade 06 está sendo desmontada para que sejam feitos reparos em uma trinca no anel de desgaste inferior e uma fissura na pá da roda, detectados em setembro de 2010, durante uma manutenção programada.


A estimativa é que a máquina volte a funcionar nos primeiros meses de 2012. Com 20 unidades geradoras, a Itaipu opera normalmente com 18, duas ficam em manutenção.


Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar