acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Internacional

Técnicos de Fukushima começam a desmontar tanque contaminado

18/09/2013 | 12h27

 

Técnicos da Tokyo Electric Power (Tepco) - empresa que administra a Usina Nuclear de Fukushima Daiichi, no Nordeste do Japão - começaram a desmontar na terça-feira (17) o tanque que vazou água altamente radioativa no mês passado.
Segundo a Tepco, o trabalho de desmontagem de um dos tanques de armazenamento deve durar vários dias para identificar o motivo do vazamento de mais de 300 toneladas de água contaminada. Os técnicos vão analisar todas as partes do tanque para determinar onde ocorreu o vazamento. A empresa tem cerca de 350 tanques similares instalados na usina nuclear.
Na semana passada, a Tepco confirmou ter identificado elevados níveis de radiação em um canal de escoamento da unidade ao mar. Segundo especialistas, a descoberta mostra que a água radioativa que vazou recentemente de um tanque tem chegado ao Oceano Pacífico. A água contaminada foi localizada a 150 metros do oceano.
Em 2011, a Usina de Fukushima sofreu uma série de vazamentos e explosões em decorrência do terremoto seguido por tsunami no país. De acordo com especialistas, desde então as autoridades do Japão lidam com problemas causados pelos acidentes nucleares.

Técnicos da Tokyo Electric Power (Tepco) - empresa que administra a Usina Nuclear de Fukushima Daiichi, no Nordeste do Japão - começaram a desmontar na terça-feira (17) o tanque que vazou água altamente radioativa no mês passado.


Segundo a Tepco, o trabalho de desmontagem de um dos tanques de armazenamento deve durar vários dias para identificar o motivo do vazamento de mais de 300 toneladas de água contaminada. Os técnicos vão analisar todas as partes do tanque para determinar onde ocorreu o vazamento. A empresa tem cerca de 350 tanques similares instalados na usina nuclear.


Na semana passada, a Tepco confirmou ter identificado elevados níveis de radiação em um canal de escoamento da unidade ao mar. Segundo especialistas, a descoberta mostra que a água radioativa que vazou recentemente de um tanque tem chegado ao Oceano Pacífico. A água contaminada foi localizada a 150 metros do oceano.


Em 2011, a Usina de Fukushima sofreu uma série de vazamentos e explosões em decorrência do terremoto seguido por tsunami no país. De acordo com especialistas, desde então as autoridades do Japão lidam com problemas causados pelos acidentes nucleares.

 



Fonte: Agência Brasil
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar