acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Meio ambiente

Técnicos afirmam que 90% do óleo derramado em Itaboraí/RJ foi removido

02/05/2005 | 00h00
Técnicos da Feema - Fundação Estadual de Engenharia de Meio Ambiente deixaram neste sábado (30) a região de Itaboraí (RJ), onde um acidente envolvendo um trem da FCA - Ferrovia Centro-Atlântica derramou cerca de 60 mil litros de óleo diesel. Segundo eles, 90% do produto já foi recolhido.
O acidente ambiental ocorreu na madrugada da última terça-feira (26) quando quatro vagões da empresa descarrilaram. A composição transportava o combustível de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, para Campos (região norte). Com isso, a FCA corre risco de perder sua concessão para o transporte de produtos perigosos.
O caso foi classificado pela Feema como um desastre ecológico. A carga espalhou-se pelo rio Caceribu, afetou a APA - Área de Proteção Ambiental de Guapimirim, e atingiu a Baía de Guanabara.
Multa - Após uma reunião entre o Ministério do Meio Ambiente e os técnicos do governo do Estado, a Ceca - Comissão Estadual de Controle Ambiental decidiu aumentar para R$ 10 milhões a multa aplicada à FCA. A empresa já tinha sido multada pela entidade em R$ 4 milhões pelo derramamento do óleo diesel. Além da multa da Ceca, a FCA foi multada em R$ 1 milhão pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano, pela demora em comunicar o vazamento aos órgãos ambientais.

Fonte: Folha Online/Ambient
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar