acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Empresas

Suzlon expande centro de monitoramento para cobrir Paraíba

31/03/2011 | 11h20
A Suzlon, fornecedora de aerogeradores líder no Brasil em termos de capacidade instalada, está expandindo seu Centro de Monitoramento Digital de Aerogeradores, instalado em Fortaleza, para cobrir os novos parques que a empresa está construindo na Paraíba.

 

O Centro de Monitoramento Digital 24h da Suzlon monitora e controla as 185 turbinas instaladas no país. Para cada turbina, um conjunto de até 300 sinais analógicos e digitais são coletados e interpretados por sistemas eletrônicos. Engenheiros e especialistas usam estas informações para determinar ações de correção ou meros ajustes, apoiando cada uma das 11 equipes de campo que trabalham nos parques eólicos da empresa no Ceará e na Paraíba. O sistema dá suporte à operação e a todas as atividades de serviços relacionadas aos aerogeradores.

 

Segundo Arthur Lavieri, diretor-presidente da SUZLON Brasil, a expansão da cobertura do centro de monitoramento faz parte do programa de investimentos da empresa. “Desde 2010, decidimos investir aproximadamente R$ 1 milhão para ampliar e fortalecer nossa estrutura local de monitoramento. Isso inclui servidores, treinamento, contratações, novos sistemas de comunicação, entre outros. A partir de junho, daremos início à construção de parques eólicos no Rio Grande do Norte também e a nossa central de monitoramento já estará preparada para atendê-los”, revela Lavieri.

 

Até o final de 2012, a Central de Monitoramento da Suzlon terá aproximadamente 400 turbinas sob monitoramento. “Queremos manter ou mesmo melhorar ainda mais nossa taxa de disponibilidade de máquinas, hoje acima dos 98%. A Central de Monitoramento local, com técnicos treinados localmente, nos permite manter no Brasil a tecnologia e o conhecimento que beneficiam nossos clientes e que está embasada na experiência de uma frota de 7800 turbinas hoje instaladas no mundo”.

 


Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar