acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Empresas

Superporto do Açu recebeu R$ 2,89 bilhões em investimentos

14/08/2012 | 14h33

 

A LLX, empresa de logística do Grupo EBX, divulgou o resultado do segundo trimestre de 2012. De abril a junho deste ano foram investidos R$ 268,4 milhões no Superporto do Açu, maior investimento em infraestrutura portuária das Américas, em construção pela companhia em São João da Barra (RJ). Somente no primeiro semestre foram aplicados R$ 466 milhões. Desde o início das obras, em 2007, até junho deste ano, o empreendimento recebeu R$ 2,895 bilhões em investimentos.
O montante foi aplicado principalmente nas obras do canal do terminal onshore - TX2 (R$ 63,6 milhões), que conta atualmente com 4km de extensão já dragados; construção do quebra-mar (R$ 26 milhões), incluindo aquisição, transporte, descarregamento e estocagem de pedras; e montagem da correia transportadora, empilhadeiras e recuperadora (R$ 8,1 milhões) que serão utilizadas para movimentação de minério de ferro no terminal offshore - TX1. Também foram investidos R$ 34,3 milhões em serviços de engenharia e outros R$ 19,4 milhões na realização de estudos, consultoria e projetos de engenharia.
No período foram registrados importantes marcos para o desenvolvimento do Superporto do Açu, como a assinatura de contrato de aluguel de área com a Subsea 7 para instalação de unidade para fabricação e revestimento de dutos rígidos submarinos utilizados na indústria de petróleo e gás; Licença de Instalação e início da construção de unidades da Technip e NOV (que adquiriu recentemente a NKT Flexibles) para fabricação, armazenamento e estocagem de tubos flexíveis; e Licença de Linha da Transmissão que irá conectar o Complexo Industrial do Superporto do Açu ao Sistema Interligado Nacional.
“O segundo trimestre de 2012 confirmou o foco em execução do plano de investimentos implantado desde o início deste ano. Para o segundo semestre continuaremos focados na execução do cronograma de obras e esperamos assinar novos contratos de aluguel de área que ocuparão o restante da área disponível ao longo do canal assim como o início de ocupação da área no polo metalmecânico do Distrito Industrial”, destacou Otávio Lazcano, Diretor Presidente e de Relações com Investidores da LLX.

A LLX, empresa de logística do Grupo EBX, divulgou o resultado do segundo trimestre de 2012. De abril a junho deste ano foram investidos R$ 268,4 milhões no Superporto do Açu, maior investimento em infraestrutura portuária das Américas, em construção pela companhia em São João da Barra (RJ). Somente no primeiro semestre foram aplicados R$ 466 milhões. Desde o início das obras, em 2007, até junho deste ano, o empreendimento recebeu R$ 2,895 bilhões em investimentos.


O montante foi aplicado principalmente nas obras do canal do terminal onshore - TX2 (R$ 63,6 milhões), que conta atualmente com 4km de extensão já dragados; construção do quebra-mar (R$ 26 milhões), incluindo aquisição, transporte, descarregamento e estocagem de pedras; e montagem da correia transportadora, empilhadeiras e recuperadora (R$ 8,1 milhões) que serão utilizadas para movimentação de minério de ferro no terminal offshore - TX1. Também foram investidos R$ 34,3 milhões em serviços de engenharia e outros R$ 19,4 milhões na realização de estudos, consultoria e projetos de engenharia.


No período foram registrados importantes marcos para o desenvolvimento do Superporto do Açu, como a assinatura de contrato de aluguel de área com a Subsea 7 para instalação de unidade para fabricação e revestimento de dutos rígidos submarinos utilizados na indústria de petróleo e gás; Licença de Instalação e início da construção de unidades da Technip e NOV (que adquiriu recentemente a NKT Flexibles) para fabricação, armazenamento e estocagem de tubos flexíveis; e Licença de Linha da Transmissão que irá conectar o Complexo Industrial do Superporto do Açu ao Sistema Interligado Nacional.


“O segundo trimestre de 2012 confirmou o foco em execução do plano de investimentos implantado desde o início deste ano. Para o segundo semestre continuaremos focados na execução do cronograma de obras e esperamos assinar novos contratos de aluguel de área que ocuparão o restante da área disponível ao longo do canal assim como o início de ocupação da área no polo metalmecânico do Distrito Industrial”, destacou Otávio Lazcano, Diretor Presidente e de Relações com Investidores da LLX.

 



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar