acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Internacional

Sucesso da Petrobras no Golfo do México

02/07/2004 | 00h00

A Petrobras finalizou com sucesso, nesta sexta-feira (02/07), um poço de avaliação da descoberta de St. Malo, em águas ultra-profundas no Golfo do México, através de sua subsidiária Petrobras America Inc., sediada em Houston. A operação durou 57 dias e teve custo total de US$ 31 milhões. A perfuração ocorreu a partir da reentrada e aprofundamento a 8.818 metros no poço de Dana Point, considerado seco em 2001.
A Unocal Corporation é a operadora do bloco e detém 28,75% de participação na descoberta de St. Malo. A Petrobras America detém 25% e os demais participantes são: Devon Energy Corporation, com 22.5%; ChevronTexaco Corporation, 12,5%; EnCana Gulf of Mexico LLC, com 6,25%; ExxonMobil, com 3,75%; e Eni SpA, com 1,25%.
O poço está locado em 2.140 m de profundade da água e tem uma zona produtora com espessura superior a 120 metros em intervalo mais profundo que o do poço descobridor, indicando a existência de uma acumulação ainda maior que a originalmente estimada. Foi conduzido um extensivo programa de testes, cujos resultados estão sendo avaliados no momento.
Em nota, a Petrobras informa que os resultados anunciados corroboram o sucesso da estratégia da Petrobras em águas ultra-profundas no Golfo do México, onde a companhia testou também com sucesso os prospectos de Cascade e Chinook. Além dessas descobertas a companhia tem direitos em outros prospectos na região com potencial igual ou superior aos anteriores, alguns deles a serem perfurados ainda este ano. Esta descoberta e futura produção no Golfo do México possibilita o atendimento de objetivos estabelecidos no Planejamento Estratégico da Petrobras.



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar