acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Research Center Rio

Statoil Brasil investe em tecnologia e inovação em parceria com universidades

14/07/2015 | 16h28
Statoil Brasil investe em tecnologia e inovação em parceria com universidades
Divulgação Statoil Divulgação Statoil

A Statoil Brasil tem buscado fortalecer cada vez mais a realização de pesquisas focadas no desenvolvimento do mercado nacional de óleo e gás. Prova disso é o Research Center Rio (RCR), área de pesquisas criada em 2011 e que funciona dentro da sede da empresa no Brasil, localizada no Rio de Janeiro.

Ao todo, o RCR está desenvolvendo e acompanhando 19 projetos de inovação em tecnologia, concentrados principalmente em quatro áreas tecnológicas estratégicas para a companhia:

1.      Engenharia submarina, para enfrentar desafios em águas profundas;

2.      Gerenciamento de CO2, para controle de emissões atmosféricas e captura e armazenamento de CO2 (o chamado CCS), técnica que a Statoil é líder global;

3.      Recuperação avançada de reservatórios, com foco no desenvolvimento de tecnologias que aumentem o fator de recuperação em campos de óleo pesado, como Peregrino, na Bacia de Campos;

4.      Exploração:  buscando entender a exploração, caracterização e produção nesses reservatórios, tanto no pré-sal quanto pós-sal.

Além dessas quatro áreas prioritárias, o setor de pesquisa da companhia busca investir em projetos que promovam o desenvolvimento de competências e de conteúdo locais, além de estarem alinhados com a estratégia global de PDI da empresa.

Os projetos são realizados em parceria com a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Centros de Pesquisa de fornecedores e as principais instituições de ensino superior do Brasil com as quais a Statoil possui acordos de colaboração. Desde a criação do RCR, a Statoil já apoiou mais de 25 projetos no país, envolvendo cerca de 40 professores e 130 alunos.

O responsável pelo Research Center Rio (RCR), Fabiano Lobato, reforça que a Statoil tem a pesquisa e inovação em seu DNA. “A área de pesquisa da empresa tem 700 pesquisadores no mundo e investe pesado nesta área. São 10 centros de pesquisa ao redor do mundo, entre os quais o Research Center Rio que corrobora para o desenvolvimento de tecnologia em diferentes áreas”, segundo ele.

No Brasil, 11 funcionários trabalham no RCR, garantindo a transferência de conhecimento obtida em projetos  e, principalmente, replicando a cultura de pesquisa da Statoil no país.

Conheça alguns projetos apoiados pela empresa


- Modelagem e Caracterização de Polímeros: projeto em execução com a UNICAMP para simulação em escala sobre o comportamento de varredura de polímeros injetados no reservatório junto com o desenvolvimento de um laboratório de polímeros na universidade. Este projeto está alinhado com o plano da empresa para o desenvolvimento de soluções poliméricas no Brasil.

- Caracterização Geomecânica do Reservatórios: este projeto visa a compreensão do comportamento geológico do reservatório através de seu modelamento númerico. Em desenvolvimento com a Schlumberger.

- Caracterização e modelagem da formação geológica dos carbonatos do Albiano na Bacia de Campos:projeto em andamento em parceria com a Universidade de Campinas (Unicamp) visando reduzir as incertezas no modelamento geológico do reservatório com base em modelos geoestatísticos e matemáticos.

- Separação submarina – “Pipeseparator”: Este projeto é fruto da technologia desenvolvida pela Statoil para separação óleo/água em ambiente submarino evitando a necessidade desta separa ser realizada no superficie (plataforma). Atualmente a Statoil esta desenvolvendo com a Aker a aplicação desta tecnologia para múltiplos poços.

- Qualificação de Telas Premium desenvolvidas no Brasil: o projeto já teve sua primeira fase finalizada. Desenvolvido com o CNPEM (Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais) e a empresa brasileira Adest. O objetivo foi a execução de testes simulando o ambiente em subsuperfície para a qualificação da tela de contenção. As telas premium utilizam a tecnologia de soldagem de difusão e são instaladas em dutos de óleo dentro do reservatório para maximizar a produção e evitar o acesso de areias pouco consolidadas.

Programa Educacional da Statoil

Além de financiar projetos de pesquisa, a Statoil quer  contribuir com o aperfeiçoamento da indústria de óleo e gás e  apoiando as iniciativas para o desenvolvimento do país por meio do programa Ciência sem Fronteiras e outras iniciativas. Para isso foi lançado  em outubro de 2014 o  YourKnowledge – Education Program in Brazil (www.yourknowledge.com.br), cujo objetivo é fomentar a qualificação de profissionais para atender à demanda de mão de obra em tecnologia na indústria brasileira de óleo e gás por meio de intercâmbio de estudantes.  Desde 2013 a Statoil financia a pós-graduação em Interpretação Sismoestratigráfica, em parceria com a Universidade Estadual do Rio de Janeiro - UERJ, o único curso aplicado para a formação de interpretes em sessões sísmicas do país.

No Ciência sem Fronteiras, cerca de 150 estudantes já tiveram suas bolsas de estudo financiadas pela Statoil. Dentre outras iniciativas, o programa financiou 100 estudantes de graduação brasileiros na Noruega, onde 40 estudantes participarão do programa de estágio de verão (Summer Projects). Os estudantes serão distribuídos em 5 grupos multi-disciplinares para desenvolver projetos em três Centros de Tecnologia da Statoil na Noruega; Trondheim, Bergen e Stavanger. A empresa também firmou parceria com a Universidade Federal da Bahia (UFBA) e a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), por meio do qual a companhia iniciou neste ano de 2015 um programa de co-financiamento aos bolsistas do programa federal Ciência sem Fronteiras que tenham interesse em cursar doutorado e pós-doutorado em duas universidades de referência mundial - a NTNU (Instituto Norueguês de Tecnologia) e UTA (Universidade do Texas-EUA).



Fonte: Redação / Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar