acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Empresas

Statkraft passará a ser acionista majoritária da Desenvix Energias Renováveis

23/02/2015 | 13h10

A empresa norueguesa de energia Statkraft e sua subsidiária brasileira chegaram a um acordo com a Jackson Empreendimentos S.A para adquirir a totalidade das ações detidas pelo Caixa FIP Cevix na empresa Desenvix Energias Renováveis S.A, com sede em Florianópolis, Santa Catarina. Desta forma a Statkraft passará a ser a acionista majoritária da Desenvix que detém, opera e mantém usinas hidrelétricas e eólicas no Brasil.

A Jackson concordou em vender sua participação remanescente na Desenvix, atualmente de 36,85% e detida por intermédio do Caixa FIP Cevix. A Statkraft já detém 44,45% das ações da Desenvix. O acordo está condicionado às aprovações necessárias por parte do terceiro acionista, a FUNCEF (Fundação dos Economiários Federais), com 18,7%  do capital da Desenvix, bem como por instituições financiadoras e pelos órgãos competentes, como a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE). Statkraft e Jackson esperam concluir os acordos definitivos relacionados à transação nas próximas semanas e completar a venda até o início do segundo semestre de 2015.

Uma vez que a transação seja concluída, o portfólio da Desenvix será composto de participação em dez usinas hidrelétricas, um complexo eólico, uma carteira de projetos de energia hídrica em pequena escala e de participações minoritárias em duas linhas de transmissão. A Desenvix também continuará com sua subsidiária Enex, que opera e mantém as usinas.

"Desde nosso investimento inicial na empresa, em 2012, a Statkraft tem a ambição de aumentar sua participação na Desenvix. Combinando a experiência da Desenvix no mercado brasileiro e a competência global da Statkraft na geração e no comércio de energia, acredito que vamos constituir uma poderosa plataforma para um maior crescimento no Brasil", diz o CEO da Statkraft, Christian Rynning - Tønnesen .

O Brasil tem um mercado de energia grande e crescente, onde a demanda por energias renováveis está aumentando e as possibilidades de novos projetos são atraentes.



Fonte: Redação / Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar