acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Startups

Start-Up Brasil é finalista do 20º Concurso Inovação do MCTIC

16/09/2016 | 09h40

Programa do MCTIC voltado para o empreendedorismo de base tecnológica já apoiou 183 empresas. Prêmio da Enap quer estimular a implementação de iniciativas inovadoras de gestão em órgãos do governo federal.

O programa Start-Up Brasil, do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), é finalista do 20º Concurso Inovação na Gestão Pública, promovido pela Escola Nacional de Administração Pública (Enap). O prêmio tem o objetivo de estimular a implementação de iniciativas inovadoras de gestão em órgãos do governo federal, disseminá-las e valorizar os servidores públicos que atuam de forma criativa. Em 20 anos, o Concurso Inovação já recebeu a inscrição de 1.934 iniciativas e premiou 362.

A solenidade de premiação será realizada na próxima terça-feira (20), quando será anunciada a classificação das 10 iniciativas vencedoras – além do destaque Sustentabilidade – e os prêmios a elas atribuídos. Na ocasião, também será lançada a 21ª edição do concurso.

Criado pelo MCTIC, o programa Start-Up Brasil é um programa do governo federal para estimular o empreendedorismo de base tecnológica. Por meio de chamadas nacionais e internacionais, lançadas pelo CNPq e Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), a iniciativa já apoiou 183 empresas de 17 estados e 13 países desde 2012. A ação integra o Programa Estratégico de Software e Serviços de Tecnologia da Informação (TI Maior).

Entre as 102 iniciativas inscritas, também foram selecionadas Central de Compras e Contratações do Governo Federal (Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão); Classificação indicativa para o mercado digital: a solução para um novo mercado (Ministério da Justiça); Consumidor.gov.br (Ministério da Justiça); Destinação ambientalmente adequada de resíduos provenientes da destruição de bebidas apreendidas pela Receita Federal (Ministério da Fazenda); Facilitação e ampliação do acesso gratuito ao transporte aéreo de órgãos, tecidos e equipes para transplantes (Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República); Novo marco legal para a implementação do Programa Cisternas (Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário); O Processo Eletrônico Nacional e a solução que revolucionou a gestão dos processos administrativos governamentais (Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão); Parcerias para o desenvolvimento produtivo de produtos estratégicos para o SUS (Ministério da Saúde); Sinesp Cidadão (Ministério da Justiça); e Sistema Macros (Ministério da Transparência, Fiscalização e Controle).



Fonte: Redação/Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar