acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Empresas

Sotreq anuncia vendas para AHTS do Grupo CBO

18/12/2014 | 10h07
Sotreq anuncia vendas para AHTS do Grupo CBO
Divulgação Sotreq Divulgação Sotreq

A Sotreq anuncia a venda de equipamentos para quatro embarcações do Grupo CBO – Companhia Brasileira de Offshore, que serão afretadas à Petrobras. As embarcações foram licitadas na sexta rodada do Programa de Renovação da Frota de Embarcações de Apoio Marítimo (Prorefam) da estatal. O novo negócio marca a primeira venda da Sotreq de um pacote de propulsão completo, que inclui, além dos motores MaK, os propulsores de passo controlável Cat@ Propulsion, recentemente agregados ao portfólio da empresa.
 
Os equipamentos serão utilizados nos próximos navios AHTS (Anchor Handling Tug Supply Vessels), que serão construídos pelo Grupo CBO. As embarcações de apoio marítimo foram projetadas para desempenhar operações de manuseio de âncoras, reboque e suprimento de plataformas. Estão previstas duas entregas: para o segundo semestre de 2015 e para o primeiro semestre de 2016. A expectativa é de que os navios entrem em operação em 2016.
 
A definição do pacote de propulsão, com motores MaK 6M32C (3.000 bkW @ 600 rpm) e propulsores de passo variável, teve como foco o menor consumo de combustível e custo com manutenção.
 
“Os motores MaK 6M32C possuem o menor consumo de combustível do mercado em sua faixa de potência. Auxiliados pela tecnologia de feathering do nosso sistema de propulsão, que permite o desligamento de uma linha de eixo sem causar resistência à embarcação, trazem o grande diferencial em relação aos gastos com combustível. Além disso, a menor rotação de nossos motores contribui para o menor custo total dessa solução”, informa Rodrigo Feria, gerente de vendas de Mercado Marítimo da Sotreq.
 
“Ao apoiar as plataformas de exploração, a CBO está presente nas principais bacias petrolíferas brasileiras. Certamente, contribuir com suas operações, oferecendo equipamentos confiáveis e suporte técnico, é uma conquista para a Sotreq”, afirma Eduardo Magno, coordenador de vendas offshore da Sotreq.



Fonte: Redação / Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar