acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Economia

Sondagem indica investimento industrial em alta nos próximos 12 meses

28/09/2012 | 15h04
Sondagem indica investimento industrial em alta nos próximos 12 meses
Fábrica Apolo Tubulars Fábrica Apolo Tubulars

 

Os investimentos industriais devem registrar alta nos próximos 12 meses. A previsão é de aumento de investimentos em 33% das empresas e recuo em 14%. Os dados fazem parte da Sondagem Trimestral de Investimentos da Indústria, divulgado nesta sexta-feira (28), pela Fundação Getulio Vargas (FGV), com foco na indústria de transformação.
O estudo, relativo a julho e agosto deste ano, incluiu, pela primeira vez, a evolução de investimentos nos 12 meses anteriores e seguintes à realização da pesquisa. Em julho-agosto de 2012, 35% das empresas consultadas afirmaram ter investido mais nos últimos 12 meses do que ano anterior, enquanto 21% investiram menos. Para a pesquisa, 1.009 empresas foram consultadas.
A pesquisa também coletou dados relativos à origem dos recursos investidos em 2011, que em sua maior parte (62%) veio de recursos próprios. Em 2009 os recursos próprios foram responsáveis por 64% dos investimentos e, em 2010, por 63%. A previsão para 2012 é de 61% de investimentos com recursos próprios. Os recursos tomados por empréstimos no país mantêm alta, passando de 25% em 2008 para 31% em 2011, com expectativa de 32% para este ano.
A destinação dos investimentos em 2011 esteve direcionada à compra de máquinas e equipamentos, sendo 39% nacionais, com queda na comparação à média de 42% dos quatro anos anteriores, e 19% internacionais, com alta ante igual período, quando esteve em torno de 17%.
Houve aumento também no investimento em ampliações e reformas, de 23% nos últimos quatro anos para 26%. A expectativa para este ano é de diminuição do investimento em máquinas nacionais, para 37%, e manutenção do investimento nos outros dois índices.

Os investimentos industriais devem registrar alta nos próximos 12 meses. A previsão é de aumento de investimentos em 33% das empresas e recuo em 14%. Os dados fazem parte da Sondagem Trimestral de Investimentos da Indústria, divulgado nesta sexta-feira (28), pela Fundação Getulio Vargas (FGV), com foco na indústria de transformação.


O estudo, relativo a julho e agosto deste ano, incluiu, pela primeira vez, a evolução de investimentos nos 12 meses anteriores e seguintes à realização da pesquisa. Em julho-agosto de 2012, 35% das empresas consultadas afirmaram ter investido mais nos últimos 12 meses do que ano anterior, enquanto 21% investiram menos. Para a pesquisa, 1.009 empresas foram consultadas.


A pesquisa também coletou dados relativos à origem dos recursos investidos em 2011, que em sua maior parte (62%) veio de recursos próprios. Em 2009 os recursos próprios foram responsáveis por 64% dos investimentos e, em 2010, por 63%. A previsão para 2012 é de 61% de investimentos com recursos próprios. Os recursos tomados por empréstimos no país mantêm alta, passando de 25% em 2008 para 31% em 2011, com expectativa de 32% para este ano.


A destinação dos investimentos em 2011 esteve direcionada à compra de máquinas e equipamentos, sendo 39% nacionais, com queda na comparação à média de 42% dos quatro anos anteriores, e 19% internacionais, com alta ante igual período, quando esteve em torno de 17%.


Houve aumento também no investimento em ampliações e reformas, de 23% nos últimos quatro anos para 26%. A expectativa para este ano é de diminuição do investimento em máquinas nacionais, para 37%, e manutenção do investimento nos outros dois índices.



Fonte: Agência Brasil
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar