acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
OTC 2012

Soluções químicas desenvolvidas no Brasil são apresentadas no evento

01/05/2012 | 18h42
Soluções químicas desenvolvidas no Brasil são apresentadas no evento Soluções químicas desenvolvidas no Brasil são apresentadas no evento
A brasileira Petrolab, especializada em soluções químicas para o setor de petróleo e gás, é uma das empresas expositoras do Pavilhão Brasil na OTC. No evento, a companhia está destacando suas mais novas soluções, os sequestrantes de H2S, especialmentes desenvolvidas para atuar tanto em meios gasosos como líquidos.
 
"Estamos apresentando na feira todas as nossas soluções de tratamentos químicos para adequar o óleo e o gás ao uso, mas queremos promover aqui nossas últimas soluções: o Sulfa Zero, para gás e o Petrolab GS-1A, para óleo", comenta Carlos Correia, CEO da Petrolab.
 
Segundo o executivo, o Sulfa Zero já está em fase de testes no Brasil e o Petrolab GS-1A já está sendo utilizado pela Petrobras. Correia destacou ainda que este último está sendo muito demandado pela Árabia Saudita.
 
Há 19 anos no mercado, a Petrolab já desenvolveu técnicas para um eficiente transporte a baixo custo de óleo pesado e novos produtos para o controle de derramamento de óleo. A empresa conta com uma matriz no estado de Sergipe e duas filiais, uma no estado da Paraíba e outra no estado da Bahia.
 
São produtos desenvolvidos com preocupações ambientais e de segurança dos trabalhadores. A reação do produto com o H2S é imediata e irreversível, produzindo como resultado uma substância inerte considerada não tóxica. Seu desempenho não é reduzido na presença de CO2.
 
A Petrolab desenvolveu diversas novas tecnologias nos últimos anos, incluindo novos métodos de remoção de H2S em tanques de petróleo, novas técnicas para um eficiente transporte a baixo custo de óleo pesado, como também novos produtos para o controle de derramamento de óleo.


Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar