acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Rio Oil&Gas

Sócios do complexo petroquímico serão definidos até o fim do ano

12/09/2006 | 00h00

A composição societária do Complexo Petroquímico do Estado do Rio de Janeiro (Comperj) deverá ser concluída até o final deste ano, segundo afirma o diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, durante a Rio Oil&Gas. O executivo confirma a permanência do Grupo Ultra como sócio privado, mas admite a possibilidade da entrada de novos sócios, inclusive da unidade de primeira geração.

O executivo adianta que a Petrobras terá uma participação expressiva na Unidade de Petroquímicos Básicos (UPB), onde será feito o processamento do petróleo pesado em matéria-prima petroquímica. "Esse é o nosso negócio", resume Costa, que admite, no entanto, a possibilidade de que a participação da petroleira estatal possa ser reduzidas nas unidades de segunda geração.

O executivo esclarece, no entanto, que a análise para definir a estrutura das participações societárias no Comperj é complexa e ainda passará pela avaliação dos técnicos especializados em vários quesitos que envolvem aspectos tributários e de viabilidade econômica.

O Comperj, que é o maior investimento da história da Petrobras no valor de US$ 6,5 bilhões, está em fase final de elaboração do projeto conceitual e seguidamente entrará na fase de elaboração do projeto básico.



Fonte:
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar