acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Internacional

Sociedade para a construção e exploração de rede de recarga de veículos elétricos em Basco

13/10/2010 | 13h28
Em 2009, o Governo Basco, na sua estratégia para a introdução do veículo elétrico no País Basco, identificou a necessidade do desenvolvimento de uma infraestrutura de pontos de recarga com cobertura total do território, a fim de garantir a mobilidade em veículos elétricos dentro do país. Com este propósito, os presidentes de EVE e REPSOL assinaram no dia 29 de setemrbo, com a presença do presidente basco (Lehendakari), um protocolo de intenções para colaborar na implantação de uma rede de recarga de veículos elétricos na comunidade autônoma do país Basco.


Desde a assinatura até o mês de junho de 2010, ambas as empresas trabalharam na elaboração das especificações técnicas das instalações de recarga que se implantarão nos próximos anos, no design da rede e na elaboração do plano de negócio da empresa que agora é criada para este encargo. Para este trabalho, foram constituídos dois grupos de trabalho com representantes de ambas as companhias, um de caráter técnico e outro de caráter diretivo. Além disso, contou-se com assistência técnica externa tanto para os aspectos técnicos como para os aspectos do negócio.


A nova sociedade criada por EVE e REPSOL


A nova Sociedade se denomina IBIL, gestor de carga de veículo elétrico, S.A.; está dividida em 50% por EVE e REPSOL, tem sua sede em Bilbao e operará como gerente de carga do sistema elétrico segundo a definição que consta na Lei do Setor Elétrico. Tem como missão o desenvolvimento da rede de infraestrutura de recarga de veículos elétricos e comercialização de serviços de recarga (eletricidade e de valor acrescentado) nos âmbitos público e vinculado; e aspira a converter-se em líder no País Basco em número de pontos de recarga no âmbito público e tornar-se referência tecnológica no segmento estatal em tecnologias de recarga de veículos elétricos.


A nova empresa iniciará suas atividades já em 2010. A instalação de alguns pontos-pilotos está prevista para antes do fim do ano e o desdobramento da rede começará em 2011. Para esse ano, está previsto instalar 85 pontos e aumentar rapidamente a rede até chegar entre 7 mil e 13 mil pontos instalados em 2020 e, até 70 mil, em 2030.


Os primeiros pontos de abastecimento serão instalados, de acordo com o plano previsto, nos seguintes locais:


-         Vias públicas e estacionamentos públicos das três capitais bascas;

-         Estacionamentos de shoppings;

-         Estacionamentos nas estações de transporte público;

-         Estacionamentos particulares e de veículos de empresas; e

-         Algum ponto em estrada que dê tranquilidade ao usuário do veículo elétrico, caso perceba que a bateria está acabando. Estes pontos estarão nas principias vias e em postos de gasolina.


A participação da IBIL nesta iniciativa procura dinamizar uma atividade cuja plena rentabilidade econômica e implantação em massa serão alcançadas a longo prazo, o que diminui os possíveis investidores privados. IBIL pretende com isso, o duplo objetivo de garantir a mobilidade em veículos elétricos por todo o País Basco e de introduzir os setores industriais bascos de energia e eletrônica neste novo mercado.


Cenário de entrada do veículo elétrico no País Basco


O plano de negócio da IBIL se emoldura em uma estratégia de fomento do veículo elétrico, que prevê um crescimento lento do número de veículos do tipo em circulação, com o objetivo de que, em 2020, 10% dos veículos que se cadastrarem nesse ano sejam elétricos. Este objetivo não será alcançado se o potencial usuário tiver a sensação de que só poderá circular no ambiente do seu domicílio, pois não disporá de pontos de recarga que lhe permitam percorrer distâncias mais longas. É por isso que se faz necessário, para os primeiros anos, instalar pontos de recarga com maior agilidade que a venda de veículos, para mitigar esta sensação de insegurança nos potenciais usuários dos veículos elétricos e incentivando, com isso, a compra deste tipo de carro.


Evolução prevista no número de veículos elétricos e de pontos de recarga no País Basco


O calendário de entrada previsto para cada um dos tipos de recarga (lenta, semi-rápida e rápida), assim como os locais preferenciais para cada um deles, pode ser consultado na figura seguinte, na qual, além disso, se apresenta a constância da intenção desta nova sociedade de iniciar projetos-pilotos que antecipem as datas previstas tanto da carga semi-rápida como da rápida.

 


Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar