acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
Tecnologia

Smartech pretende abrir escritório no Rio

26/10/2006 | 00h00

 A Smartech, empresa tecnológica de serviços de informática para setores industriais, planeja instalar um escritório no Rio de Janeiro até o final do primeiro semestre de 2007 e expandir suas atividades no setor de óleo e gás.

O diretor da empresa, José Ricardo Andrade Nogueira, informa que o investimento será de cerca de US$ 300 mil em contratação de pessoal, compra de equipamentos e estabelecimento da sede carioca. O objetivo, segundo ele, é aumentar a participação no setor de offshore. "Pretendemos contratar pessoal com formação específica neste setor aqui no Rio", diz.

A área de óleo e gás representa cerca de 10% do faturamento da Smartech, que em 2005 foi de US$ 4 bilhões. Para 2007, o objetivo é o crescimento de 25% no faturamento, chegando a US$ 5 bilhões e o aumento da participação do setor de óleo e gás nos rendimentos da empresa. "Esperamos que 20% das receitas da Smartech venham do setor óleo e gás", afirma Nogueira.

A Smartech é representante exclusiva da empresa norte-americana Abaqus no Brasil e presta serviços com base no programa, além de oferecer treinamento, assistência para implantação do programa e desenvolvimento de metodologia para o uso do Abaqus nas empresas.
No campo idustrial, a companhia presta serviço para setores automotivo, aeronáutico, óleo e gás e naval, principalmente para embarcações relacionados com o setor de óleo e gás, como os de apoio offshore e petroleiros.

Outro diretor da empresa, Magnus Arantes, explica que o Abaqus é um programa genérico de simulação estrutural que pode ser aplicado para simulações de operações em navios, plataformas, poços, tubulações, geotecnia, entre outras atividades.

Segundo ele, o Abaqus representa uma quebra de tecnologia em relação aos softwares anteriores porque oferece uma capacidade de cálculos não-lineras. "Com este modelo de cálculo é possível observar situações de colapso e entender o que causa problemas, enquanto o software linear limita os cálculos e só admite fazer simulações até onde não há perigo de colapso das estruturas", resume. O executivo ressalta, no entanto, que o Abaqus também faz todos os cálculos lineares, "ele vai além desse limite", destaca.

Atualmente, a Smartech tem escritório em São Paulo com 38 funcionários e uma representação em Miami com mais dois profissionais. A empresa estuda a estrutura do escritório carioca no que se refere ao número de profissionais a serem contratados.

A Smartech tem atuação no Brasil, Argentina, Venezuela, Chile e Colômbia.



Fonte:
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar