acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Rio Automação 2015

Sistema pré-pago de gás residencial é apresentado no Rio Automação 2015

26/05/2015 | 13h32

Da defesa pelos princípios básicos da instrumentação nas novas tecnologias, passando por modelos integrados de wireless para plataformas de petróleo e até um sistema pré-pago para compra de gás residencial. Estes e outros assuntos permearam os debates do Rio Automação, promovido pelo Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (IBP), nos dias 25 e 26 de maio, no Rio de Janeiro.

Com o tema “Trazendo o Novo e Resgatando os Fundamentos da Instrumentação e Controle”, o evento foi aberto na segunda-feira com uma palestra do engenheiro de automação da Petrobras, Alexandre Maia. Direto de Cingapura, ele falou sobre como utilizar conhecimentos antigos para a solução de problemas novos, oriundos da adoção de tecnologias mais modernas. “As novas tecnologias buscam trazer soluções para problemas antigos, mas em algumas situações, utilizar os conhecimentos prévios e já consolidados podem simplificar tudo”, disse.

Entre os destaques do primeiro dia, chamou atenção do público a apresentação de um sistema pré-pago para compra de gás residencial. A novidade faz parte de um projeto de pesquisa desenvolvido pelo estudante Fernando de Oliveira, da Universidade Federal do ABC.

O sistema, que é dividido em três partes, calcula a vazão do gás e possui uma válvula que abre e fecha de acordo com a disponibilidade de crédito do cliente. Segundo a orientadora do projeto, Denise Consonni, entre as vantagens para o consumidor está o maior controle dos gastos mensais, além de uma tarifa diferenciada que seria cobrada pela distribuidora.

O Congresso teve ainda palestras do diretor de vendas da Honeywell, Jim Alipperti; do analista de sistemas sênior da Petrobras, Ismael Humberto Ferreira dos Santos; da gerente de projetos da White Martins, Rejane Jardim; e de Marcos Peluso, da Emerson. A instrumentação e suas implicações no Big Data, o futuro das operações com o wireless e as atividades remotas em plantas não assistidas foram outros assuntos debatidos no encontro.

“Os debates sobre temas de tamanha relevância contribuem na busca pela excelência desse segmento”, destaca o gerente executivo de Gestão do Conhecimento do IBP, Raimar van den Bylaardt.

O Congresso Rio Automação é realizado a cada dois anos com apoio técnico da Comissão de Instrumentação e Automação do IBP, que reúne os principais nomes do setor e discute assuntos pertinentes ao segmento no setor de óleo e gás.



Fonte: Redação / Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar