acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
Gestão

Sistema de Gestão de Gastos de Partilha de Produção para gerenciar projetos do pré-sal é contratado pela PPSA

11/06/2018 | 18h19

Até meados do próximo ano, a Pré-Sal Petróleo colocará em operação o Sistema de Gestão de Gastos de Partilha de Produção (SGPP), uma plataforma digital que fará a gestão de dados de todos os projetos sob o regime de partilha no pré-sal. O sistema, orçado em R$ 14,6 milhões, será desenvolvido e implementado pela empresa Stefanini-Scala, vencedora da licitação promovida pela Pré-Sal Petróleo e que contou com a participação de nove empresas que atuam com tecnologia da informação na modalidade "Software As A Service" (SaaS). O contrato foi assinado nesta segunda-feira, 11.

Segundo Paulo Carvalho, diretor Técnico e de Fiscalização da Pré-Sal Petróleo, o novo sistema vai contribuir para a digitalização da companhia. Tarefas rotineiras realizadas atualmente passarão a ser feitas pelo SGPP, a exemplo do processo de reconhecimento de custos de cada um dos projetos (como compra de equipamentos, prestação de serviços, mão de obra, custos de perfuração), acompanhamento das operações e da produção de cada consórcio e verificação de estoque de petróleo e volume de gás natural de cada campo operado em regime de partilha.

"Hoje somos gestores de dez contratos de partilha e representamos a União em 23 acordos de individualização da produção. E a expectativa é de crescimento da nossa atuação. Estes projetos geram um enorme volume de dados e o novo sistema permitirá à Pré-Sal Petróleo exercer suas atividades com mais agilidade e eficiência", explicou Carvalho.

As empresas operadoras dos consórcios alimentarão diretamente os dados no sistema, resguardando a segurança e a integridade da informação de cada projeto. Pela plataforma, a Pré-Sal Petróleo poderá acompanhar simultaneamente o desempenho de cada consórcio e também calcular os volumes de produção de petróleo e gás de propriedade da União. No futuro, será possível fazer comparações de custos praticados por cada fase de projeto.

Sobre a Pré-Sal Petróleo

A Pré-Sal Petróleo é uma empresa vinculada ao Ministério de Minas e Energia e tem como missão fazer a gestão dos contratos de partilha; representar a União nos acordos de individualização da produção e fazer a comercialização de todos os hidrocarbonetos da União. Hoje estão em vigor sete contratos de partilha de produção. São eles: Libra, Carcará (operado pela Statoil), Peroba (Petrobras), Gato do Mato (Shell), Alto de Cabo Frio Central (Petrobras), Alto de Cabo Frio Oeste (Shell) e Sapinhoá (Petrobras). No último dia 7, foram aprovados outros três projetos em regime de partilha: Uirapuru (Bacia de Santos), Dois Irmãos (Bacia de Campos) e Três Marias (Bacia de Santos).



Fonte: Redação/Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar