acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Mercado

Sindicom mostra crescimento de combustíveis no lançamento de seu 9º anuário

08/06/2011 | 12h58
O Sindicom (Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Combustíveis e Lubrificantes) lançou hoje (8), no Rio de Janeiro, o seu 9º anuário que traz diversos dados detalhados sobre o mercado de combustíveis, lubrificantes e também de postos de conveniência.
 
 
De acordo com o documento, as empresas associadas à entidade ultrapassaram pela primeira vez a marca de 80 bilhões de litros de combustível comercializados no ano passado, o que representa um faturamento da ordem de R$162 bilhões. 
 

No primeiro trimestre deste ano, o combustível mais vendido pelas associadas do Sindicom foi o diesel, com 9,6 bilhões de litros, seguido da gasolina e do etanol hidratado. Outro produto que teve ótimo resultado foi o querosene de aviação, que foi o combustível que mais cresceu, com aumento de 12,1% em relação ao mesmo período do ano passado. Isso se deve principalmente ao aumento da demanda do transporte aéreo no país nos últimos anos.
 

Sobre o mercado de etanol, os dados mostram que a recuperação começou tímida, com o produto, em maio, sendo vantajoso apenas em São Paulo, Mato Grosso e Goiás. O predisente do sindicato, Alísio Vaz, disse que o consumidor em geral gosta do etanol, e que é ele que vai dar o rumo ao produto nos próximos meses. "Na medida que os preços forem caindo, o consumidor irá atrás do etanol", afirmou.
 

O anuário mostrou ainda que segundo estimativas, a perda de tributação com o mercado clandestino de etanol é de aproximadamente R$1 bilhão por ano. O Sindicom representa 78% do mercado de combustíveis no país e comemora, este ano, 70 anos de existência.


Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar