acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Reino Unido

Siemens recebe o maior pedido de turbinas para parque eólico

02/08/2013 | 09h03
Siemens recebe o maior pedido de turbinas para parque eólico
Divulgação Siemens Divulgação Siemens

 

Siemens recebe o maior pedido de turbinas de acionamento direto para parque eólico no Reino Unido
 
•  76 turbinas Siemens de acionamento direto para projeto da Vattenfall no País de Gales
•  Usina eólica de 228 MW fornecerá energia para cerca de 140 mil residências
•  A Siemens também prestará serviços e manutenção por um prazo de cinco anos
A Siemens informou no final da tarde de ontem quefoi escolhida para fornecer e instalar a 76 turbinas de acionamento direto no parque eólico Pen y Cymoedd, da Vattenfall, no País de Gales, e também para prestar os respectivos serviços. A usina eólica será desenvolvida na cadeia de montanhas costeira, localizada entre a cidade portuária de Port Talbot e Rhondda Cynon Taf. A desenvolvedora, Vattenfall, contratou a divisão de Energia Eólica da Siemens para instalar 76 de suas inovadoras turbinas de acionamento direto SWT3.0. Com capacidade total de 228 megawatts (MW), o parque eólico será o maior projeto realizado em Gales com turbinas sem engrenagens. Também se trata do maior contrato fechado até hoje no Reino Unido para o fornecimento da turbina Siemens de acionamento direto de 3 MW.
O início da operação do parque eólico de Pen y Cymoedd está programado para o fim de 2016, sendo que ele suprirá, em média, energia elétrica suficiente para atender a demanda de até 140 mil casas no Reino Unido. A Siemens também foi escolhida para o contrato de serviços e disponibilidade destinado à manutenção do parque eólico por cinco anos, após a usina entrar em operação.
O projeto gerará benefícios significativos para a comunidade e a cadeia de suprimento locais, especialmente durante a construção, mas também na assistência prestada ao parque eólico no longo prazo. 
“É uma satisfação para a Vattenfall ter fechado com a Siemens e feito um pedido tão substancial de turbinas de acionamento direto. Além disso, é importante para a Vattenfall contratar fornecedores que estejam comprometidos a trabalhar com a cadeia de suprimento local para a instalação, as operações e a manutenção e, assim, maximizar o benefício econômico local. Esperamos que a Siemens faça isso”, afirmou Piers Guy, diretor de desenvolvimento eólico terrestre da Vattenfall no Reino Unido.
Segundo Jan Kjaersgaard, executivo-chefe da divisão de energia eólica da Siemens para a região da Europa, Oriente Médio e África, o projeto Pen y Cymoedd tem um significado especial para a empresa não apenas por causa de sua magnitude. O projeto ajudará o governo de Gales em seus objetivos relacionados à energia renovável.
A Siemens já desempenha um papel importante na economia de baixo carbono do País de Gales. Os desenvolvimentos incluem os parques eólicos terrestres de Maerdy e Mynydd y Betws e os parques eólicos marítimos de Rhyl Flats e Gwynt-y-Môr, que deram grandes contribuições à economia local. A Siemens também está sendo pioneira em energia maremotriz em Gales, por meio da recém-aprovada estação de geração de energia maremotriz de Skerries.

A Siemens informou no final da tarde de ontem quefoi escolhida para fornecer e instalar a 76 turbinas de acionamento direto no parque eólico Pen y Cymoedd, da Vattenfall, no País de Gales, e também para prestar os respectivos serviços. A usina eólica será desenvolvida na cadeia de montanhas costeira, localizada entre a cidade portuária de Port Talbot e Rhondda Cynon Taf. A desenvolvedora, Vattenfall, contratou a divisão de Energia Eólica da Siemens para instalar 76 de suas inovadoras turbinas de acionamento direto SWT3.0. Com capacidade total de 228 megawatts (MW), o parque eólico será o maior projeto realizado em Gales com turbinas sem engrenagens. Também se trata do maior contrato fechado até hoje no Reino Unido para o fornecimento da turbina Siemens de acionamento direto de 3 MW.


O início da operação do parque eólico de Pen y Cymoedd está programado para o fim de 2016, sendo que ele suprirá, em média, energia elétrica suficiente para atender a demanda de até 140 mil casas no Reino Unido. A Siemens também foi escolhida para o contrato de serviços e disponibilidade destinado à manutenção do parque eólico por cinco anos, após a usina entrar em operação.


O projeto gerará benefícios significativos para a comunidade e a cadeia de suprimento locais, especialmente durante a construção, mas também na assistência prestada ao parque eólico no longo prazo. 


“É uma satisfação para a Vattenfall ter fechado com a Siemens e feito um pedido tão substancial de turbinas de acionamento direto. Além disso, é importante para a Vattenfall contratar fornecedores que estejam comprometidos a trabalhar com a cadeia de suprimento local para a instalação, as operações e a manutenção e, assim, maximizar o benefício econômico local. Esperamos que a Siemens faça isso”, afirmou Piers Guy, diretor de desenvolvimento eólico terrestre da Vattenfall no Reino Unido.


Segundo Jan Kjaersgaard, executivo-chefe da divisão de energia eólica da Siemens para a região da Europa, Oriente Médio e África, o projeto Pen y Cymoedd tem um significado especial para a empresa não apenas por causa de sua magnitude. O projeto ajudará o governo de Gales em seus objetivos relacionados à energia renovável.


A Siemens já desempenha um papel importante na economia de baixo carbono do País de Gales. Os desenvolvimentos incluem os parques eólicos terrestres de Maerdy e Mynydd y Betws e os parques eólicos marítimos de Rhyl Flats e Gwynt-y-Môr, que deram grandes contribuições à economia local. A Siemens também está sendo pioneira em energia maremotriz em Gales, por meio da recém-aprovada estação de geração de energia maremotriz de Skerries.



Fonte: Redação/ Ascom Siemens
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar