acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Empresas

Siemens lidera índice de sustentabilidade no setor de indústria

10/10/2012 | 15h34

 

A Siemens foi nomeada, pela primeira vez, Líder do Índice de Sustentabilidade Dow Jones (DJSI). A empresa alcançou igualmente, pela quinta vez consecutiva, o topo no setor "Indústrias Diversificadas", que inclui empresas como a 3M, a General Electric, a Toshiba e a ThyssenKrup, tendo obtido 92 pontos dos 100 pontos possíveis no ranking de classificação. De acordo com os critérios de avaliação do índice, a Siemens se destacou por sua transparência e ética permitindo que sua pontuação nas categorias “Compliance” e “Administração de Riscos” fossem os mais altos, expandindo sua posição de liderança também nas categorias “Meio Ambiente” e “Sociedade”.
“Esse reconhecimento é resultado da estratégia de darmos um exemplo positivo como empresa e, sobretudo, entender a sustentabilidade como uma oportunidade de negócio. Compartilhamos esse importante resultado com nossos colaboradores em todo o mundo, que são os responsáveis por fazer da Siemens uma companhia líder em sustentabilidade”, afirma Barbara Kux, membro da Diretoria Executiva da Siemens e Head global para sustentabilidade.
Mais de 40% das receitas da Siemens provêm já de produtos amigos do ambiente. No ano fiscal de 2011, as soluções tecnológicas da empresa permitiram que os seus clientes reduzissem as suas emissões de CO2 em quase 320 milhões de toneladas. O objetivo da empresa é gerar mais de € 40 bilhões em receita com tecnologias verdes até o final do exercício de 2014.
Lançado em 1999, o DJSI está entre os índices mais reconhecidos e respeitados em todo o mundo e avalia aspectos ambientais, econômicos e sociais das empresas. São analisadas 340 empresas de 30 países, em 58 setores da indústria.
A Siemens também foi homenageada pelo Carbon Disclosure Project (CDP), onde, no ranking independente, somou 98 pontos dos 100 pontos possíveis. A empresa está em posição de destaque no índice global de emissão de carbono - Global 500 Carbon Disclosure Leadership Index (CDLI), em 2012. O resultado alcançado pela companhia incluiu a Siemens entre as empresas com melhor desempenho (85 pontos dos 100 possíveis) no Carbon Performance Ranking.
A Siemens sabe que a mudança climática está entre os maiores desafios da humanidade neste século. Ao mesmo tempo, a empresa tem um compromisso com o crescimento econômico, além de auxiliar para que as pessoas tenham acesso à energia e água. Estas questões são de responsabilidade do governo, sociedade e das empresas. Se por um lado a mudança climática representa uma ameaça à economia global, por outro combatê-la oferece oportunidades de negócios para grandes fornecedores de tecnologias como a Siemens, que possui soluções capazes de reduzir a emissão de gás e o efeito estufa.
Sobre o Carbon Disclosure Project (CDP)
O Carbon Disclosure Project é um projeto criado por mais de 650 investidores institucionais com o objetivo de definir políticas e práticas de combate ao aquecimento global. Uma vez por ano, o CDP realiza pesquisa sobre a emissão de CO2 nas empresas, clima e metas de redução de emissão de gás. Cerca de 6 mil grandes empresas em todo o mundo são convidadas a participar da pesquisa.
Desde 2004, a CDP faz o ranking das 51 melhores empresas em termos de proteção climática no Carbon Disclosure Leadership Index (CDLI).

A Siemens foi nomeada, pela primeira vez, Líder do Índice de Sustentabilidade Dow Jones (DJSI). A empresa alcançou igualmente, pela quinta vez consecutiva, o topo no setor "Indústrias Diversificadas", que inclui empresas como a 3M, a General Electric, a Toshiba e a ThyssenKrup, tendo obtido 92 pontos dos 100 pontos possíveis no ranking de classificação. De acordo com os critérios de avaliação do índice, a Siemens se destacou por sua transparência e ética permitindo que sua pontuação nas categorias “Compliance” e “Administração de Riscos” fossem os mais altos, expandindo sua posição de liderança também nas categorias “Meio Ambiente” e “Sociedade”.


“Esse reconhecimento é resultado da estratégia de darmos um exemplo positivo como empresa e, sobretudo, entender a sustentabilidade como uma oportunidade de negócio. Compartilhamos esse importante resultado com nossos colaboradores em todo o mundo, que são os responsáveis por fazer da Siemens uma companhia líder em sustentabilidade”, afirma Barbara Kux, membro da Diretoria Executiva da Siemens e Head global para sustentabilidade.


Mais de 40% das receitas da Siemens provêm já de produtos amigos do ambiente. No ano fiscal de 2011, as soluções tecnológicas da empresa permitiram que os seus clientes reduzissem as suas emissões de CO2 em quase 320 milhões de toneladas. O objetivo da empresa é gerar mais de € 40 bilhões em receita com tecnologias verdes até o final do exercício de 2014.


Lançado em 1999, o DJSI está entre os índices mais reconhecidos e respeitados em todo o mundo e avalia aspectos ambientais, econômicos e sociais das empresas. São analisadas 340 empresas de 30 países, em 58 setores da indústria.


A Siemens também foi homenageada pelo Carbon Disclosure Project (CDP), onde, no ranking independente, somou 98 pontos dos 100 pontos possíveis. A empresa está em posição de destaque no índice global de emissão de carbono - Global 500 Carbon Disclosure Leadership Index (CDLI), em 2012. O resultado alcançado pela companhia incluiu a Siemens entre as empresas com melhor desempenho (85 pontos dos 100 possíveis) no Carbon Performance Ranking.


A Siemens sabe que a mudança climática está entre os maiores desafios da humanidade neste século. Ao mesmo tempo, a empresa tem um compromisso com o crescimento econômico, além de auxiliar para que as pessoas tenham acesso à energia e água. Estas questões são de responsabilidade do governo, sociedade e das empresas. Se por um lado a mudança climática representa uma ameaça à economia global, por outro combatê-la oferece oportunidades de negócios para grandes fornecedores de tecnologias como a Siemens, que possui soluções capazes de reduzir a emissão de gás e o efeito estufa.


Sobre o Carbon Disclosure Project (CDP)


O Carbon Disclosure Project é um projeto criado por mais de 650 investidores institucionais com o objetivo de definir políticas e práticas de combate ao aquecimento global. Uma vez por ano, o CDP realiza pesquisa sobre a emissão de CO2 nas empresas, clima e metas de redução de emissão de gás. Cerca de 6 mil grandes empresas em todo o mundo são convidadas a participar da pesquisa.


Desde 2004, a CDP faz o ranking das 51 melhores empresas em termos de proteção climática no Carbon Disclosure Leadership Index (CDLI).



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar