acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Rio Oil & Gas 2016

Siemens leva soluções completas e tecnologias inovadoras ao evento

24/10/2016 | 13h43

Sob o tema “Digitalização: a chave para melhorar o desempenho da indústria de óleo e gás”, a Siemens participará da Rio Oil & Gas 2016, o maior evento de óleo e gás da América Latina, mostrando um portfólio mais amplo para o setor e novidades que reforçam o compromisso da empresa com o desenvolvimento deste mercado no País. A companhia tem fortalecido sua atuação no Brasil por meio da expansão de suas linhas de produção e conta com soluções e equipamentos de última geração para toda a cadeia, trazendo seu expertise no fornecimento de sistemas diferenciados, completos e elevado conteúdo nacional ao principal evento do setor, realizado 24 a 27 de outubro, no Riocentro, no Rio de Janeiro.

Entre as soluções apresentadas durante a Rio Oil, está o software COMOS Walkinside, com o qual é possível visualizar em 3D as maquetes mais complexas de forma fácil e rápida, além de simular diversos tipos de operações. Com a utilização de um óculos de realidade virtual e de um joystick, os visitantes do stand Siemens poderão simular como é estar em uma plataforma de petróleo e realizar treinamentos de procedimentos reais na plataforma virtual, de maneira similar à um video game. “Com a integração do projeto 2D com o 3D no COMOS, bastam apenas dois cliques para um técnico de manutenção encontrar-se virtualmente em pé na frente da bomba de uma plataforma de petróleo, e verificar a condição da mesma”, explica José Roberto Manzano, Gerente Geral responsável pelo COMOS na Siemens. “Através da conexão entre os dados da planta e os objetos no modelo de realidade virtual, os procedimentos de manutenção e operações são otimizados devido o fácil acesso a todas as informações relevantes. É possível selecionar um objeto no projeto 2D e facilmente visualiza-lo em 3D com o COMOS Walkinside, que exibe todos os dados e o histórico referente a esse objeto” , comenta José Roberto, sobre o procedimento. O software também possibilita treinamentos de procedimentos de campo com diversos usuários simultâneos. Representados por avatares, os usuários se veem no modelo virtual idêntico às instalações reais em que trabalham, podendo realizar treinamentos e procedimentos de desafios reais na planta virtual, o que garante o melhor preparo dos usuários, otimiza a qualidade da tomada de decisões e aumenta a segurança operacional. “Isso é o futuro a nosso alcance, com a tecnologia trabalhando a nosso favor”, diz José Roberto Manzano.

Outro de nossos destaques é a linha de instrumentação de campo SITRANS – transmissores de pressão, temperatura, posicionadores de válvulas e medidores ultrassônicos de vazão. Essa solução é uma instrumentação de campo voltada para aplicações Off Shore, plataformas e refinarias, e possui um invólucro em aço inoxidável, certificação INMETRO, e também com os principais protocolos de comunicação do mercado: HART, Profibus e Fieldbus. “O SITRANS pode ser usado em petroquímicas e refinarias, garantindo rapidez nas análises e menor tempo de reposta”, explica Fábio Specian, Gerente de Vendas da Siemens. “Seu invólucro em aço permite que ele seja usado em diferenças de temperatura que variem de -40Cº a +80Cº; ou seja, ele é projetado para uso em atmosferas explosivas, contendo gás ou poeira e é certificado com todas as aprovações mais importantes mundialmente”, detalha Fábio.

Além de apresentar seu amplo portfólio em equipamentos e soluções ambientalmente corretas, a companhia consolida seu interesse em aumentar ainda mais sua participação nos negócios com a recente aquisição, em 2014, da Dresser Rand. Com a compra, a Siemens fortaleceu sua posição na indústria de óleo e gás trazendo uma das maiores fornecedoras globais de soluções customizadas de engenharia para equipamentos rotativos de longa duração, aplicações críticas na área de petróleo, gás, química, petroquímica, processos, energia militar, e outras indústrias em todo o mundo para seu portfólio. Toda uma linha de compressores centrífugos de gás e alternativos, turbinas a gás e a vapor, expansores a gás, motores a gás e diesel, além de painéis de controle associados, estarão disponíveis na Rio Oil & Gas 2016.

A Chemtech, outra empresa do grupo Siemens, apresentará o tema da digitalização em unidades de produção e distribuição de petróleo e derivados, o que vem sendo chamado no meio como “Digital Oilfield”. O sentido mais amplo deste conceito é o de proporcionar ao dono da planta a interpretação dos dados gerados através de todos os instrumentos e equipamentos instalados, provendo índices e informações que auxiliarão na assertividade e velocidade das tomadas de decisões no monitoramento em tempo real da situação da planta. Os benefícios são inúmeros como redução de custos, maior uptime das plantas, aumento de produtividade, entre outros.

“A Siemens ao longo dos últimos anos reforçou seu portfólio para o setor de Oil & Gas porque acredita no potencial desse setor, independente das flutuações de mercado. O portfólio atual da Siemens incorpora produtos e sistemas da Rolls-Royce e da Dresser Rand e a tecnologia de processos da Chemtech. A decisão de acrescentar tais variantes ao portfólio da Siemens se mostra acertada pelas perspectivas de mercado e pelo esperado desenvolvimento do segmento O&G no Brasil nos próximos anos”, explica Rainer Brehm, Diretor das Divisões Process Industries and Drives e Power Generation da Siemens. “A eventual redução do mercado é fato temporário e de forma alguma vai afetar o planejamento da Siemens a médio e logo prazo. Ao contrário, estamos aproveitando o período para a preparação e estabelecimento de novas soluções que serão comprovadamente adequadas quando da retomada do mercado. Novas soluções e tecnologias, com produtos existentes e inclusive novos produtos, deve complementar a já importante carteira da Siemens no segmento”, frisa Rainer.

Com tecnologias integradas e voltadas a todas as etapas das operações, a Siemens possui engenharia multidisciplinar e está apta a fornecer soluções para toda a cadeia de óleo e gás.



Fonte: Redação/Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar