acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Reconhecimento

Siemens ganha prêmio como melhor do país em gestão da inovação no setor industrial

10/08/2011 | 11h09
A Siemens no Brasil foi eleita a companhia que melhor administra e incentiva iniciativas de inovação entre as empresas de médio e grande porte no setor industrial do país. O resultado foi anunciado durante a cerimônia de encerramento do 1º Prêmio Nacional de Inovação, realizado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e Movimento Brasil Competitivo (MBC). O prêmio, que tem o apoio da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e do Ministério da Ciência e Tecnologia, homenageia empresas que apostam em boas ideias e investem no desenvolvimento de produtos, processos e serviços.

A Siemens ganhou na categoria gestão da inovação, em um concurso que avaliou 427 projetos de 254 empresas. De acordo com Adilson Primo, presidente da Siemens no Brasil, o prêmio reflete um momento de intensificação das atividades de pesquisa e desenvolvimento da empresa no país. “Há alguns anos reformulamos a administração da gestão de inovação na empresa e implantamos modelos que permitem à Siemens no Brasil ser uma referência global em inovação dentro do grupo”, afirmou Primo.

Os critérios principais da CNI e MBC foram a adoção de métodos, técnicas e ferramentas nas áreas de Gestão da Inovação, Design, Desenvolvimento Sustentável e Competitividade. Neste ano, as vencedoras foram premiadas em duas modalidades: micro e pequena empresa, e média e grande empresa. Entre os finalistas, haviam projetos voltados aos setores de energia, meio ambiente, transportes, engenharia e tecnologia da informação.

Atualmente, a Siemens é considerada uma das empresas mais inovadoras no mundo, com mais de oito mil invenções por ano e 60 mil patentes ativas. No Brasil, a empresa mantém seis centros de pesquisa, desenvolvimento e engenharia avançada, com destaque especial para soluções e produtos para o setor de energia.

No dia 7 de julho, a companhia anunciou seus planos de criar mais um centro de pesquisa e desenvolvimento, no Rio de Janeiro, para o setor de Oil&Gas, com planos para ampliar sua atuação em outros setores da empresa como referência no Brasil e no mundo. “Queremos cada vez mais ampliar atividades que tragam valor agregado à produção local, com transferência de tecnologia e estímulo ao desenvolvimento de produtos e soluções com alta tecnologia”, afirmou Primo.


Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar