acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Empresas

Siemens fornecerá turbinas eólicas para usina no Mar do Norte

20/02/2013 | 11h35

 

A Siemens recebeu um pedido do wpd group da Alemanha para fornecer e instalar 80 turbinas eólicas na usina marítima de Butendiek, perto da costa alemã do Mar do Norte. Quando o empreendimento entrar em operação, em 2015, sua capacidade total de geração, de 288 megawatts, será suficiente para suprir de eletricidade ecologicamente correta 370.000 residências. O acordo também inclui um contrato de manutenção por um prazo de dez anos, o primeiro do tipo para um projeto eólico marítimo. A Siemens oferecerá um novo conceito em logística que inclui uma embarcação de apoio especialmente desenvolvida para transporte até as instalações eólicas. O volume do pedido, incluindo os serviços, supera € 700 milhões.
A empresa constituída para o projeto tem cinco investidores: Siemens Financial Services, Marguerite Fund, Industriens Pension, PKA A/S (22,5% cada) e wpd AG (10%).
Butendiek é o oitavo pedido de usina eólica marítima que a Siemens recebeu para águas alemãs e o segundo na Europa com participação da Siemens Financial Services no capital.
“Até 2020, prevemos que estarão instalados 500 gigawatts de energia eólica no mundo todo”, observa Felix Ferlemann, executivo-chefe da divisão de Energia Eólica da Siemens Energy. “As usinas eólicas marítimas são, de longe, o segmento deste mercado que cresce com maior rapidez. A energia eólica marítima está desempenhando um papel crucial nos esforços de remodelação energética da Alemanha. Sua ampla aceitação junto ao público em geral e sua captação de energia significativamente mais alta do que a das instalações em terra contam como pontos positivos específicos”.
Segundo Randy Zwirn, Executivo-Chefe da Divisão de Serviços da Siemens Energy, “a energia eólica pode dar uma contribuição importante para garantir o fornecimento de energia elétrica. Para tanto, porém, as turbinas eólicas devem ser confiáveis e operar em potência máxima. Isso vale tanto para a terra como para as condições agressivas do mar. Nossos técnicos experientes e conceitos de manutenção inteligentes ajudam a manter, de forma confiável, o desempenho das turbinas eólicas ao longo de toda a vida útil estimada dessas unidades, que chega a 25 anos”.
Butendiek, a ser construída cerca de 32 quilômetros a oeste da ilha de Sylt, perto da fronteira entre a Alemanha e a Dinamarca, é a segunda usina eólica marítima alemã financiada por projeto para a qual a Siemens está fornecendo turbinas eólicas e prestando serviços. As turbinas eólicas, cada uma com capacidade de 3,6 megawatts e rotor com diâmetro de 120 metros, serão distribuídas em uma superfície de 42 quilômetros quadrados, em águas com aproximadamente 20 metros de profundidade.
A Siemens também está levando ao projeto marítimo de Butendiek um pacote abrangente de serviços, sob medida para assegurar a exploração do potencial energético do parque eólico em longo prazo. Isso inclui soluções de monitoramento e diagnósticos remotos implementadas em conjunto com técnicas avançadas de previsão meteorológica. Promove-se, assim, um planejamento de serviços antecipatório e orientado ao futuro, que permite que o trabalho de manutenção seja executado em pacotes e dentro de prazos adequados. A empresa desenvolveu um conceito de logística novo sob medida para Butendiek: os técnicos de serviço da empresa morarão e trabalharão a bordo de um navio especialmente projetado, a Embarcação de Apoio.
Os investidores financeiros - Siemens Financial Services, Marguerite Fund, Industriens Pension e PKA A/S (com 22,5% de participação indireta cada) - fornecem parte substancial do capital necessário e garantiram o financiamento do projeto com um volume total previsto de € 1,3 bilhão. O wpd group também contribuirá com capital e, além disso, terá como foco principal o desenvolvimento do projeto, assim como a gestão do mesmo. Todos os parceiros alinharam seus recursos de modo a garantir uma estrutura de financiamento do projeto com 67% de dívida privilegiada e 33% de capital junto a um consórcio de 9 bancos que inclui instituições multilaterais como o European Investment Bank, o KfW e o EKF, os quais apoiam o projeto com recursos substanciais.
A energia eólica e os serviços energéticos fazem parte do Portfólio Ambiental da Siemens. No exercício fiscal de 2012, a receita desse Portfólio totalizou cerca de € 33 bilhões, fazendo da Siemens um dos maiores fornecedores mundiais de tecnologias ecologicamente corretas. No mesmo período, nossos produtos e soluções permitiram aos clientes reduzir suas emissões de dióxido de carbono (CO2) em mais de 330 milhões de toneladas, valor equivalente à soma das emissões anuais de CO2 das cidades de Berilm, Cingapura, Déli, Hong Kong, Istambul, Londres, Nova York e Tóquio.

A Siemens recebeu um pedido do wpd group da Alemanha para fornecer e instalar 80 turbinas eólicas na usina marítima de Butendiek, perto da costa alemã do Mar do Norte. Quando o empreendimento entrar em operação, em 2015, sua capacidade total de geração, de 288 megawatts, será suficiente para suprir de eletricidade ecologicamente correta 370.000 residências. O acordo também inclui um contrato de manutenção por um prazo de dez anos, o primeiro do tipo para um projeto eólico marítimo. A Siemens oferecerá um novo conceito em logística que inclui uma embarcação de apoio especialmente desenvolvida para transporte até as instalações eólicas. O volume do pedido, incluindo os serviços, supera € 700 milhões.


A empresa constituída para o projeto tem cinco investidores: Siemens Financial Services, Marguerite Fund, Industriens Pension, PKA A/S (22,5% cada) e wpd AG (10%).


Butendiek é o oitavo pedido de usina eólica marítima que a Siemens recebeu para águas alemãs e o segundo na Europa com participação da Siemens Financial Services no capital.


“Até 2020, prevemos que estarão instalados 500 gigawatts de energia eólica no mundo todo”, observa Felix Ferlemann, executivo-chefe da divisão de Energia Eólica da Siemens Energy. “As usinas eólicas marítimas são, de longe, o segmento deste mercado que cresce com maior rapidez. A energia eólica marítima está desempenhando um papel crucial nos esforços de remodelação energética da Alemanha. Sua ampla aceitação junto ao público em geral e sua captação de energia significativamente mais alta do que a das instalações em terra contam como pontos positivos específicos”.


Segundo Randy Zwirn, Executivo-Chefe da Divisão de Serviços da Siemens Energy, “a energia eólica pode dar uma contribuição importante para garantir o fornecimento de energia elétrica. Para tanto, porém, as turbinas eólicas devem ser confiáveis e operar em potência máxima. Isso vale tanto para a terra como para as condições agressivas do mar. Nossos técnicos experientes e conceitos de manutenção inteligentes ajudam a manter, de forma confiável, o desempenho das turbinas eólicas ao longo de toda a vida útil estimada dessas unidades, que chega a 25 anos”.


Butendiek, a ser construída cerca de 32 quilômetros a oeste da ilha de Sylt, perto da fronteira entre a Alemanha e a Dinamarca, é a segunda usina eólica marítima alemã financiada por projeto para a qual a Siemens está fornecendo turbinas eólicas e prestando serviços. As turbinas eólicas, cada uma com capacidade de 3,6 megawatts e rotor com diâmetro de 120 metros, serão distribuídas em uma superfície de 42 quilômetros quadrados, em águas com aproximadamente 20 metros de profundidade.


A Siemens também está levando ao projeto marítimo de Butendiek um pacote abrangente de serviços, sob medida para assegurar a exploração do potencial energético do parque eólico em longo prazo. Isso inclui soluções de monitoramento e diagnósticos remotos implementadas em conjunto com técnicas avançadas de previsão meteorológica. Promove-se, assim, um planejamento de serviços antecipatório e orientado ao futuro, que permite que o trabalho de manutenção seja executado em pacotes e dentro de prazos adequados. A empresa desenvolveu um conceito de logística novo sob medida para Butendiek: os técnicos de serviço da empresa morarão e trabalharão a bordo de um navio especialmente projetado, a Embarcação de Apoio.


Os investidores financeiros - Siemens Financial Services, Marguerite Fund, Industriens Pension e PKA A/S (com 22,5% de participação indireta cada) - fornecem parte substancial do capital necessário e garantiram o financiamento do projeto com um volume total previsto de € 1,3 bilhão. O wpd group também contribuirá com capital e, além disso, terá como foco principal o desenvolvimento do projeto, assim como a gestão do mesmo. Todos os parceiros alinharam seus recursos de modo a garantir uma estrutura de financiamento do projeto com 67% de dívida privilegiada e 33% de capital junto a um consórcio de 9 bancos que inclui instituições multilaterais como o European Investment Bank, o KfW e o EKF, os quais apoiam o projeto com recursos substanciais.


A energia eólica e os serviços energéticos fazem parte do Portfólio Ambiental da Siemens. No exercício fiscal de 2012, a receita desse Portfólio totalizou cerca de € 33 bilhões, fazendo da Siemens um dos maiores fornecedores mundiais de tecnologias ecologicamente corretas. No mesmo período, nossos produtos e soluções permitiram aos clientes reduzir suas emissões de dióxido de carbono (CO2) em mais de 330 milhões de toneladas, valor equivalente à soma das emissões anuais de CO2 das cidades de Berilm, Cingapura, Déli, Hong Kong, Istambul, Londres, Nova York e Tóquio.

 



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar