acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Fornecedores

Shell incentiva cadeia de óleo e gás no Rio de Janeiro

06/04/2015 | 09h53

A Shell participou nesta quarta-feira do “Workout GE e Shell – Desenvolvimento de Fornecedores”, evento que reuniu cerca de 100 pequenas e médias empresas para discutir alternativas de como desenvolver o mercado de fornecedores da cadeia de óleo e gás no país, em especial no Estado do Rio de Janeiro. O encontro, realizado no auditório da FIRJAN, teve a presença de executivos da GE e apoio da Organização Nacional da Indústria do Petróleo (ONIP), do Governo do Estado do Rio de Janeiro, do SEBRAE e do BNDES.

Durante sua apresentação, o gerente de Desenvolvimento do Mercado de Fornecedores da Shell Brasil, Marcelo Mofati, salientou que a companhia anglo-holandesa tem como um de seus objetivos ser reconhecida como uma das empresas de óleo e gás mais comprometidas com o desenvolvimento de conteúdo local. “Estamos desenvolvendo fornecedores não apenas para a Shell, mas para toda a indústria, e isso é importante para o Brasil”, comentou. Mofati destacou ainda a importância da colaboração técnica tanto entre as grandes empresas e operadoras como também, e principalmente, entre os pequenos e médios fornecedores.

O executivo explicou ainda que há dois anos a Shell definiu uma equipe para mapear empresas e entender como funciona o mercado de fornecedores, quais as necessidades de cada setor e como a companhia pode auxiliar no desenvolvimento desses empresários. “A Shell leva alguns cases de fornecedores ao BNDES para que a instituição dê aporte a esses empresários. Nosso intuito é auxiliar no desenvolvimento do mercado interno para servir a indústria”, completou Mofati.

O presidente e CEO da GE do Brasil, Gilberto Peralta, destacou a importância de estreitar o relacionamento com fornecedores e parceiros em potencial para ampliar a nacionalização dos equipamentos utilizados na cadeia de petróleo e gás do país. “Mais do que a oportunidade de explorar uma riqueza, a produção do pré-sal estimula o desenvolvimento de novas tecnologias locais que ajudam a tornar a produção petrolífera ainda mais eficiente e avançada”, afirmou o executivo.

Esta foi a segunda vez meste ano em que a Shell participou de um encontro com fornecedores do Estado do Rio de Janeiro. Desde 2013, executivos da companhia têm se reunido frequentemente com pequenos e médios empresários da indústria de óleo e gás em diversos estados para fomentar o setor. O próximo encontro empresarial será realizado em Pernambuco, ainda no mês de abril.



Fonte: Redação / Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar