acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
Sustentabilidade

Shell e Petrobras são consideradas as mais sustentáveis e éticas

09/10/2006 | 00h00

Entre as grandes empresas de gás e petróleo da América Latina, a Shell e a Petrobras são as mais efetivas em termos de programas de sustentabilidade, iniciativas sociais, ética e governança de acordo com estudo da Management & Excellence e LatinFinance.

Os seis maiores e melhores da América Latina são a Shell, em primeiro lugar com 90,26% de pontuação, a Petrobras em segundo, com 79,94%, depois a Repsol (79,08%), Chevron (77,08%), Pemex (53,58%) e Enap (44,99%).

Após apresentar resultados financeiros recordes em 2004 e 2005, as empresas de petróleo da América Latina atraem enorme quantidade de investidores internacionais. No ano passado, a Pemex do México, a 11ª maior empresa de petróleo do mundo em termos de reservas, apresentou uma receita recorde de US$ 86,1 bilhões.

Por outro lado, estas grandes empresas investem centenas de milhões de dólares em sustentabilidade e projetos sociais concebidos para assegurar seu sucesso e aceitação a longo prazo.

Na Venezuela, a Chevron juntou forças com a gigantesca empresa local PDVSA, investindo US$ 3,6 bilhões nas instalações de Hamaca. Os investimentos valeram a pena, pois limparam a imagem do setor petrolífero na América Latina. A Chevron recebeu duas vezes o prêmio `Orden El Brillante` na Venezuela, além de concessões adicionais de direitos de perfuração offshore em setembro deste ano.

Porém, os investimentos em sustentabilidade foram muito além da
construção e modernização. A Petrobras investiu mais de US$ 120
milhões em programas sociais somente nestes dois últimos anos. Ela gasta US$ 12 milhões na educação principalmente de crianças
necessitadas no Brasil. A Shell, que está no Brasil há mais de 93 anos, ajudou a restaurar a famosa estátua do Cristo Redentor no Rio de Janeiro. A empresa estatal chilena ENAP publicou seu primeiro relatório detalhado de responsabilidade social no ano passado e opera o programa Casa Abierta para comunidades locais em uma de suas principais refinarias.

Afligidas regularmente por escândalos de poluição ambiental, as
maiores empresas petrolíferas da América Latina limpam agora a sua imagem, tornando-se igualmente transparentes sobre as boas e más notícias. A Pemex comunicou 399 vazamentos de petróleo em 2005, na maioria pequenos, mas reduziu suas emissões atmosféricas de 1.000 para 700 toneladas nos últimos quatro anos. A Repsol da Espanha teve mais de 1.300 vazamentos no ano passado, enquanto investiu mais de US$ 400 milhões em projetos ambientais.

A Petrobras está em primeiro lugar entre as empresas exclusivamente latinas em termos de governança corporativa, justificando o seu grande número de investidores internacionais. A empresa é uma das poucas empresas da América Latina a manter um comitê para nomeação do Conselho.

Este estudo foi o primeiro sobre as empresas de gás e petróleo mais sustentáveis e responsáveis socialmente na América Latina, dando notas para as empresas de acordo com o nível de cumprimento de quase 300 normas internacionais e nacionais de sustentabilidade, iniciativas sociais, ética, governança e transparência.



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar