acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Investimentos

Setor de petróleo e gás natural deve receber US$ 60 bilhões em cinco anos

09/06/2004 | 00h00

O segmento de petróleo e gás natural também está na pauta de discussões no Rio Trade Week, série de reuniões que vão até amanhã e que antecedem a XI Conferência das Nações Unidas para o Comércio e o Desenvolvimento (Unctad) à semana que vem em São Paulo.
Segundo a secretária de Petróleo, Gás Natural e Combustíveis Renováveis do Ministério de Minas e Energia (MMA), Maria das Graças Silva Foster, nos próximos quatro ou cinco anos serão aplicados US$ 60 bilhões diretamente no desenvolvimento das indústrias de petróleo e gás natural.
Para ela, o governo precisa desenvolver reservas. Disse que em 2003 o país incorporou às reservas, 800 milhões de barris de petróleo. "Queremos aumentar a produção para 1,2 bilhões de barris de petróleo em reservas para 2010/2011", destacou.
A secretária disse que é preciso mostrar tranqüilidade aos investidores que optem pelo Brasil. "Temos um horizonte bastante grande e áreas com grande potencial de descoberta", conclui. Sua fala seguiu a dos palestrantes que a antecederam no sentido de que as pequenas e médias empresas do setor também precisam se inserir no comércio exterior.
Para o embaixador Rubens Ricupero, secretário-geral da Unctad, pequenas e médias empresas têm diversas possibilidades de atuação no mercado, inclusive na indústria petrolífera. "Cada vez que há produção de petróleo, são criados muitos empregos em outros setores. Até mesmo na construção de casas para os operários", comenta. Ele acredita que se possa reunir pequenas empresas em uma espécie de consórcio para organizar as relações com grandes empresas exploradoras de petróleo.



Fonte: Agência Brasil
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar