acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
Indústria naval

Senado suspende pedido da Transpetro

06/12/2006 | 00h00

O Senado Federal suspendeu a tramitação do projeto que amplia o limite de endividamento da Transpetro em R$ 5,6 bilhões e, assim, permitiria a assinatura dos contratos entre a empresa e os estaleiros, a exemplo do Atlântico Sul, no Complexo Industrial Portuário de Suape, para a construção de 26 navios no seu Programa de Modernização e Expansão da Frota. O andamento do projeto, que está no plenário do Senado desde agosto, foi paralisado a pedido do senador Heráclito Fortes (PFL-PI), que solicitou detalhamento do documento ao Ministério da Fazenda.

A medida tem reflexos diretos para Pernambuco, já que a Camargo Corrêa, que lidera o consórcio de empresas responsável pela construção de dez navios no Estaleiro Atlântico Sul, no valor de US$ 1,2 bilhão, depende da assinatura dos contratos para iniciar as obras físicas da planta naval. O presidente da Transpetro, Sérgio Machado, informou, por meio de sua assessoria, que ainda vai verificar com o Senado o que houve e, a partir daí, decidir as medidas a serem tomadas para garantir a liberação de crédito. Segundo Machado, por enquanto, “não é correto se pronunciar antes de o Senado chegar a uma decisão, por respeito ao Legislativo”, informou a nota. Em Pernambuco, o consórcio do Estaleiro Atlântico Sul é formado pela Camargo Corrêa, Queiroz Galvão, Samsung e a Arker Promar.



Fonte: Folha de Pernambuco
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar