acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Economia

Senado publica resoluções que autorizam empréstimos internacionais

03/09/2012 | 09h29

 

O Diário Oficial da União publica na edição desta segunda-feira (3) sete resoluções do Senado que autorizam a União, alguns estados e municípios a negociar empréstimos internacionais para despesas que vão desde pagamento de dívidas até investimentos em infraestrutura, educação e saneamento. O valor total chega a US$ 1,2 bilhão.
A resolução, com valor mais elevado, é para o estado de Mato Grosso, que obteve autorização para negociar crédito de US$ 478,9 milhões com o Bank of America. Os recursos serão aplicados no pagamento da dívida estadual.
O segundo valor mais alto é destinado ao estado do Rio de Janeiro - US$ 394,5 milhões - negociados com a Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD). O dinheiro será investido na melhoria da região metropolitana em projetos de integração e mobilidade.
A prefeitura do Recife, capital de Pernambuco, obteve crédito com o Banco Interamericano para Reconstrução e Desenvolvimento (Bird), no valor de US$ 130 milhões. Os recursos serão aplicados em programas de educação e gestão pública.
A Companhia Estadual de Distribuição de Energia Elétrica (CEE-D) do Rio Grande do Sul negociou crédito, no valor de US$ 87,4 milhões, com a AFD. O governo do Brasil vai receber US$ 66 milhões do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para o Programa do Sistema Único de Assistência Social.
O município de Novo Hamburgo, no Rio Grande do Sul, negociou com o BID a liberação de US$ 23,9 milhões para o programa de desenvolvimento integrado da região. Já o estado do Amazonas obterá US$ 21,5 milhões de crédito da Corporação Andina de Fomento (CAF) que serão aplicados no programa estadual de turismo.

O Diário Oficial da União publica na edição desta segunda-feira (3) sete resoluções do Senado que autorizam a União, alguns estados e municípios a negociar empréstimos internacionais para despesas que vão desde pagamento de dívidas até investimentos em infraestrutura, educação e saneamento. O valor total chega a US$ 1,2 bilhão.


A resolução, com valor mais elevado, é para o estado de Mato Grosso, que obteve autorização para negociar crédito de US$ 478,9 milhões com o Bank of America. Os recursos serão aplicados no pagamento da dívida estadual.


O segundo valor mais alto é destinado ao estado do Rio de Janeiro - US$ 394,5 milhões - negociados com a Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD). O dinheiro será investido na melhoria da região metropolitana em projetos de integração e mobilidade.


A prefeitura do Recife, capital de Pernambuco, obteve crédito com o Banco Interamericano para Reconstrução e Desenvolvimento (Bird), no valor de US$ 130 milhões. Os recursos serão aplicados em programas de educação e gestão pública.


A Companhia Estadual de Distribuição de Energia Elétrica (CEE-D) do Rio Grande do Sul negociou crédito, no valor de US$ 87,4 milhões, com a AFD. O governo do Brasil vai receber US$ 66 milhões do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para o Programa do Sistema Único de Assistência Social.


O município de Novo Hamburgo, no Rio Grande do Sul, negociou com o BID a liberação de US$ 23,9 milhões para o programa de desenvolvimento integrado da região. Já o estado do Amazonas obterá US$ 21,5 milhões de crédito da Corporação Andina de Fomento (CAF) que serão aplicados no programa estadual de turismo.

 



Fonte: Agência Brasil
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar